Tempo de leitura: < 1 minuto
Rio Almada recupera vazão gradualmente (Foto Ecivaldo Nascimento/FB).
Rio Almada recupera vazão gradualmente (Foto Ecivaldo Nascimento/FB).

O prefeito Claudevane Leite e o presidente da Emasa, Ricardo Campos, farão uma visita técnica, amanhã (3), à estação de captação de água em Rio do Braço. A análise das condições da vazão do Rio Almada e das condições de captação serão fundamentais para o município decidir pelo fim ou continuidade do racionamento de água.

O Rio Almada responde por, aproximadamente, 70% da água que abastece os lares itabunenses. Independente do racionamento continuar ou não, a ordem é economizar. Ou viver (de novo e mais rápido) o drama da água “temperada”.

0 resposta

  1. Clamamos pela barragem para a captação da água, pois é inadmissível não tê-la, tendo em vista a necessidade vital deste líquido precioso que o homem não evoluiu o bastante no sentido de preservá-lo de contaminações.
    Não consigo admitir como o homem durante séculos vem poluindo as águas doces do planeta, e hoje com tanta tecnologia e dinheiro gastos em projetos absolutamente inúteis, não há vontade política em resolver um problema que afeta significativamente a qualidade de vida de todos, bem como o desenvolvimento e progresso das cidades.

    Graça

  2. Leiam sobre o sistema hidráulico da cidade de Petra.
    A cidade de Petra fica na Jordânia, fundada aproximadamente no ano de 312 ac, tem até hoje um sistema impressionante de captação de água.

    Graça

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.