IF Baiano em Uruçuca oferece 130 vagas em cursos de tecnológicos
Tempo de leitura: 2 minutos

Alunos dos cursos de nível médio e superior do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IF Baiano), com ideias de projetos de extensão, poderão se inscrever, a partir desta  terça-feira, (28), no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Extensão (PIBIEX). Serão selecionados 104 projetos que promovam integração entre o instituto e a sociedade.

A submissão de propostas de ações de extensão deverá ser feita pelo proponente, até o dia 6 de março, por meio do preenchimento dos formulários disponíveis no Sistema Unificado de Administração Pública (SUAP).

Serão concedidas 59 bolsas para alunos do nível médio (modalidade júnior), distribuídas por todos os 14 campi do instituto. Já para estudantes de graduação (modalidade superior), serão 45 projetos contemplados nos campi Bom Jesus da Lapa, Catu, Guanambi, Santa Inês, Senhor do Bonfim, Serrinha, Teixeira de Freitas, Uruçuca e Valença.

Os alunos selecionados na modalidade júnior receberão mensalmente uma bolsa no valor de R$ 100,00, enquanto seus projetos contarão com um auxílio-execução de 1.200,00 em parcela única. Já os estudantes de nível superior contarão com o benefício de R$ 400,00 mensais e os seus projetos receberão uma ajuda de execução de R$ 2.400,00. Ambas as modalidades tem um período de execução de 7 meses.

EXIGÊNCIAS

Para serem selecionados, os alunos precisam elaborar propostas de extensão junto a um professor-orientador, obedecendo os pré-requisitos contidos no edital. A seleção conta com duas etapas, a primeira é de caráter eliminatório e leva em consideração o processo de extensão presente no projeto, as condições de participação e a adequação orçamentária para execução.

A segunda etapa é de caráter classificatório e tem como pontos de análise o impacto social, a colaboração na formação do discente, a estruturação da proposta, a sustentabilidade do projeto, o mecanismo de indissociabilidade, o planejamento e os recursos disponíveis para execução.

“Boas propostas extensionistas são aquelas que integram os alunos à sociedade, ou seja, a comunidade interna à externa do IF Baiano. São ações que visam a sociedade, dependendo do curso que o aluno está realizando. Elas são formas eficazes de unir a teoria à prática em benefício de todos”, comenta a coordenadora geral de Programas e Processos da Pró-reitoria de extensão (Proex) do IF Baiano, Calila Santos.

“O programa é uma maneira de integrar as instituições, os segmentos sociais e o mundo do trabalho. Além disso, é uma forma de colaborar com a permanência do aluno na instituição, uma vez que é também um estímulo à prática do curso em que integram”, ressalta Calila Santos. Acesse os editais: modalidade júnior e superior.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.