Tempo de leitura: 2 minutos

Profissionais em saúde da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna registraram, nesta Sexta-Feira Santa (10), mais uma vitória na dura batalha contra o novo coronavírus. Vitória contra um inimigo pouco conhecido e contra o qual, até aqui, existem poucas armas. Hoje, ocorreu a primeira alta hospitalar de um paciente vítima da Covid-19 internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da instituição. O paciente estava na UTI do Hospital Calixto Midlej Filho desde a terça (7).

Ao chegar à unidade médico-hospitalar, o paciente de 34 anos apresentava alguns dos sintomas conhecidos da covid-19 — dor de cabeça, febre, tosse seca, perda do olfato e paladar, além de desconforto respiratório. Já positivado para Covid-19 e em isolamento domiciliar desde há uma semana, o paciente de 34 anos – que não teve a identidade revelada, não apresentava nenhuma outra comorbidade e não fazia parte de nenhum grupo de risco.

O médico intensivista e provedor da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, Eric Júnior, falou do esforço dos profissionais auxiliares de enfermagem, enfermeiros e médicos, além do administrativo. “ É a nossa primeira alta de um paciente com Covid-19 e representa o resultado do esforço de toda equipe da Santa Casa de Itabuna, assistencial e administrativa”, disse ele em nota distribuída pela instituição.

DESAFIO

O provedor ressalta que o esforço inclui desde as reuniões para o planejamento, aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), preparo de área exclusiva e treinamento, até o manejo clínico dessa patologia tão nova para todos. “Estamos dando o nosso melhor para garantir a recuperação de todos os pacientes nesse momento tão difícil”, afirma.

Apesar de apresentar melhora e ter recebido alta hospitalar, o paciente seguirá agora em isolamento domiciliar, com monitoramento da Vigilância Epidemiológica de Itabuna até a coleta de material para novos exames, “respeitando o prazo que indicará se ele está curado ou não da Covid-19.

Secretário de Saúde da Bahia e juzía do trabalho são os entrevistados deste sábado
Tempo de leitura: < 1 minuto

O aumento exponencial de casos de Covid-19 nos municípios do sul e baixo-sul da Bahia e as relações entre patrões e empregados no Brasil com o advento do  novo coronavírus  são  destaques do Bom Dia Bahia deste sábado (11).

O programa irá ao ar a partir das 8h pela Rádio Difusora de Itabuna/AM-640.  E vai entrevistar, ao vivo, o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, e a juíza Eloina Machado, titular da 2ª Vara do Trabalho de Itabuna.

Fábio Vilas-Boas e Eloina Machado serão entrevistados pelo jornalista Ederivaldo Benedito (Bené) e o advogado Andirlei Nascimento. O secretário de Saúde fará um balanço das ações do Governo do Estado no sul da Bahia, com destaques para o risco de surto nos municípios da região e importância do isolamento social.

Já a juíza do Trabalho vai esclarecer dúvidas sobre audiências, prazos processuais, negociação coletiva, suspensão de contato, teletrabalho e home office. O programa “Bom Dia Bahia” vai ao ar aos sábados, das oito às dez e meia da manhã, pela Rádio Difusora de Itabuna AM-640. Acesse aqui o link da emissora.

Camacan registra o terceiro óbito pela Covid-19
Tempo de leitura: < 1 minuto

Nas últimas 24h, saltou de 568 para 616 o número de casos confirmados do novo coronavírus (covid-19) na Bahia. A doença se espalhou pelo estado e atinge total de 67 municípios com pacientes infectados pela covid-19 com diagnóstico laboratorial, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab).

Na lista de novos municípios com pacientes que deram positivo para a doença está Camacan, no sul da Bahia. Também na região, surpreende o número de casos confirmados em Uruçuca, município de 20,5 mil habitantes, mas com 1 óbito e 9 pacientes infectados.

No sul da Bahia, a cidade com o maior número de casos é Ilhéus, com 29, seguido de Itabuna, 19, e Ipiaú, com 12. No estado, Salvador lidera, com 341 casos positivos, seguido por Feira de Santana (41). Ilhéus é o terceiro, seguido de Itabuna e Lauro de Freitas, este com 17.

Fonte: Sesab

Tempo de leitura: < 1 minuto

Um homem de 71 anos e com histórico de diabetes faleceu nesta sexta-feira (10), no Hospital Calixto Midlej Filho, em Itabuna. O óbito foi confirmado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) há pouco. De acordo com a Sesab, o idoso, residente em Gongogi.

A vítima foi internada em estado grave, na última segunda (6), no Calixto Midlej Filho, onde faleceu hoje. Com esta confirmação, subiu para 20 o número de óbitos causados pela doença na Bahia.

Ilhéus e Itabuna têm 409 mortes pela Covid-19.
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Ministério da Saúde liberou mais R$ 4 bilhões extras para estados e municípios reforçarem suas ações de combate ao coronavírus. De acordo com portaria publicada na quinta-feira (9), no Diário Oficial da União, Itabuna recebeu R$ 8.909.188,80 para ações de enfrentamento à doença.

Para Ilhéus, foram repassados exatos R$ 3.268.956,97. Outros municípios do sul da Bahia  também receberam dinheiro extra para o combate à covid-19: Camacan (R$ 79.930,00), Ibicaraí (R$ 157.167,99), Ibirataia (R$ 340.457,35), Itacaré (R$ 115.761,80) e Una (R$ 81.430,00).

De acordo com a portaria, todos os municípios brasileiros receberam recursos extras para o enfrentamento da doença. O dinheiro pode ser usado para a aquisição de materiais e insumos, abertura de leitos, além do custeio de profissionais de saúde, ações e procedimentos nesse período de pandemia.

O valor destinado corresponde a uma parcela mensal do que cada estado ou município já recebe para ações de média e alta complexidade ou atenção primária. Os municípios que recebem recursos para média e alta complexidade terão direito a uma parcela mensal extra, em igual valor. Os que não recebem, terão direito ao valor repassado para a atenção primária, também em igual quantia. Acesse aqui o Diário Oficial da União.

Aprovados em concurso público cobram convocação || Imagem Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

Desde 2018, os 313 aprovados no Concurso da Polícia Civil do Estado da Bahia seguem sem nomeação. O aumento de furtos e roubos e o afastamento de policiais civis, por pertencerem ao grupo de risco, levaram a comissão do grupo a emitir uma nota pública em meio a pandemia do coronavírus.

“Existem colegas aprovados que estão morando “de favor” na casa de outros colegas, já que não conseguiram retornar as suas cidades de origem por conta da insuficiência de recursos financeiros”, disse o representante da comissão, Rafael Nascimento.

Muitos aprovados também encontram-se desempregados, pois tiveram que pedir demissão dos seus empregos para cursarem a academia de polícia (curso de formação) e hoje estão desamparados e passando necessidades.

“A nossa nomeação e, consequentemente, a presença de mais policiais civis nas ruas, ajudará na investigação e elucidação dos delitos praticados pelos criminosos que, como temos visto, não estão de “quarentena”, finaliza a nota. Do Metro1.

Bahia registra 362.563 mil casos de Covid-19
Tempo de leitura: < 1 minuto

Subiu para 11 o número de pessoas que receberam alta da quarentena para o tratamento do novo coronavírus em Ilhéus, informou a Secretaria de Saúde do município. Nesta sexta-feira (10), mais cinco pacientes tiveram cura clínica.

Fernanda Pinto, médica responsável pelo acompanhamento dos casos de Covid-19 no município, explica que esses pacientes atenderam às recomendações definidas pelo Ministério da Saúde, após 14 dias em isolamento domiciliar.

– Nos casos leves, consideramos a recuperação após 14 dias do início dos sintomas. Cumprindo esse prazo, normalmente, os pacientes estão assintomáticos e não devem mais fazer o uso de medicamentos. Então, são ditos recuperados e recebem alta. Porém, eles precisam seguir as recomendações direcionadas à comunidade em geral, mantendo os cuidados de higiene pessoal – afirma a médica.

Ilhéus tem 27 diagnósticos positivos para o novo coronavírus. Foram confirmados cinco novos casos ontem. A Central Covid-19 monitora 204 casos suspeitos de síndrome gripal. Outros 144 casos foram descartados e oito estão sob investigação, aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen).

CUIDADOS E PREVENÇÃO

Para evitar a propagação do vírus, os órgãos de saúde recomendam medidas básicas de higiene, dentre elas:

– Lavar as mãos (dedos, unhas, punho, palma e dorso) com frequência, com água e sabão, ou higienizar com álcool em gel 70%,e, de preferência, utilizar toalhas de papel para secá-las;

– Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com o braço, e não com as mãos;

– Se estiver doente, evite contato físico com outras pessoas e fique em casa até melhorar;

– Evite tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas. Ao tocar, lave sempre as mãos com água e sabão;

– Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos.

Hospital Costa do Cacau ganha ala exclusiva para pacientes covid-19
Tempo de leitura: 2 minutos

O Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, no sul da Bahia, foi alvo de fake news nos últimos dias. A falsa notícia apontava para mais de 20 profissionais de saúde estavam infectados pelo novo coronavírus e em atividade. A direção do HRCC emitiu nota para esclarecer que “até esta sexta-feira, dia 10 de abril de 2020, não há nenhum colaborador da enfermagem internado na Unidade Terapia Intensiva (UTI) da unidade hospitalar”.

A direção do hospital ainda pediu, em nota, o apoio da população para que se evite propagação de notícias falsas e informa que, ciente dos riscos da covid-19, desde o início da pandemia da doença no Brasil adotou medidas técnicas para o seu enfrentamento. “A unidade hospitalar aplicou procedimentos e protocolos, seguindo estritamente as orientações do Ministério da Saúde, Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) e Organização Mundial da Saúde (OMS)”.

O comando do HRCC diz ter estabelecido planejamento para acolher paciente quadro suspeito da doença atendendo um fluxograma elaborado para recepção e cuidados, além da precaução da não transmissibilidade do vírus em ambiente hospitalar. “A pessoa que chega ao hospital, apresentando febre e com sintomas respiratórios, recebe uma máscara cirúrgica e é colocado em isolamento, com o objetivo de evitar ou minimizar os riscos de transmissão do Covid-19”, ressalta a nota.

CUIDADO REDOBRADO

De acordo com o médico Almir Gonçalves, diretor assistencial do HRCC, funcionários que apresentem sintomas respiratórios similares ao do novo coronavírus, estes são afastados de suas funções. “Tomamos os devidos cuidados para preservar pacientes, visitantes e colaboradores. disponibilizamos EPIs adequados a cada função e temos um cuidado primordial com a higienização e desinfecção dos nossos ambientes e equipamentos”, ressaltou.

O diretor assistencial revelou que hoje na unidade há oito profissionais afastados com diagnóstico positivo para o Covid-19 e esses trabalhadores não atuam exclusivamente no HRCC. “Além dessas pessoas sintomáticas ou enfermos, e que nós afastamos, tomamos o devido cuidado para que todos os colaboradores usem EPIs e orientamos fortemente sobre higienização e distanciamento pessoal, porque pessoas assintomáticas são as que mais podem transmitir a doença”, enfatizou.

DESINFECÇÃO E HIGIENIZAÇÃO

Almir Gonçalves assegurou que o hospital já possuía rotina intensa de higienização, que foi ampliada e fortalecida com a pandemia. “Diariamente e incansavelmente, nós cuidamos da higienização e desinfecção de todos os setores. Como aconteceu, recentemente, alguns casos positivos de Covid-19 na unidade. Decidimos fazer uma ampla ação, priorizando enfermarias por conta pacientes, visitantes e colaboradores, enfim, prezamos cem por cento pela segurança e proteção de todos”, concluiu.

Barreiras sanitárias foram instaladas hoje em Uruçuca, no sul da Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

Localidade com 8 casos confirmados e uma morte provocada pelo novo coronavírus, Uruçuca, no sul da Bahia, adotou medidas ainda mais rigorosas para impedir o avanço da covid-19 no município. Nesta sexta-feira (10), foram instalados bloqueios nas entradas alternativas do município para impedir a passagem de veículos, deixando liberada apenas a entrada da Rodoviária, onde foi montada barreira educativa, com o suporte da Polícia Militar.

Na abordagem, os técnicos da Secretaria de Saúde do Município estão medindo a temperatura dos ocupantes, e voluntários estão distribuindo panfletos com orientações sobre o o Coronavírus, e indicando o uso de máscaras. As Polícias, Militar e Administrativa, estão presentes também prestando o suporte necessário à equipe. A mesma medida de isolamento será adotada no distrito de Serra Grande.

Estabelecimentos com funcionamento irregular são fechados
Tempo de leitura: < 1 minuto

Uma ação conjunta da Prefeitura de Ilhéus e do Programa Estadual de Proteção ao Consumidor (Procon), com apoio da Polícia Militar, resultou em interdição de mais de 50 estabelecimentos comerciais no município, na quinta-feira (9). O fechamento ocorreu nos bairros Malhado, Teotônio Vilela, Nelson Costa e Hernani Sá e os comerciantes autuados.

A fiscalização também foi realizada na Central de Abastecimento. “A feira do Malhado não tem apenas serviços essenciais, como supermercados, açougues, peixarias e hortifrutigranjeiros, mas também bares, restaurantes e barbearias, que estavam funcionando e tivemos que interditar por descumprir o decreto municipal”, explicou o comandante da Guarda Civil Municipal (GCM), Leonardo Gomes Bandeira.

O comandante informou que praticamente todos os comerciantes não autorizados sabem que não podem abrir o estabelecimento. “Não há resistência e a maioria obedece a fiscalização. É importante que todos se conscientizem que nosso trabalho é para proteger a população, pois essa é uma questão de saúde pública. Fiquem em casa, estamos nas ruas por sua saúde”, disse.

AUMENTO DE DENÚNCIAS

De acordo com o chefe da Fiscalização de Posturas da Prefeitura de Ilhéus, João Paulo Valverde, o número de denúncias é grande, o que demonstra que muitas pessoas não estão levando a sério o risco de saúde em razão do coronavírus. “Estamos com equipes dia e noite com forte fiscalização em várias localidades, pois o pessoal não está respeitando. Também orientamos os comerciantes autorizados sobre a determinação quanto ao uso dos equipamentos de proteção individual, como máscaras, álcool gel e luvas”, frisou.

As denúncias podem ser feitas pelos telefones (73) 99982-9490/ (73) 99909-2265 ou (73) 99981-1706, das 8h às 18h. O serviço também funciona das 18h às 23h, com números (73) 99913-1356 (73) 99857-8690.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Por meio de decreto, o governo baiano determinou a suspensão de transporte intermunicipal em mais quatro localidades. O decreto publicado no Diário Oficial desta sexta (10) amplia a suspensão de 69 para 73 municípios. Hoje, foram incluídos Itapebi, Ituberá, Santa Luzia e Ubatã, todos no centro-sul do Estado.

O decreto proíbe a circulação, a chegada e a saída de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário. Isso vale para modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans. Nos quatro municípios incluídos agora, a determinação vale a partir deste sábado (11).

OS 73 MUNICÍPIOS

A medida preventiva do governador Rui Costa passa a abranger 73 cidades baianas. São elas Salvador, Feira de Santana, Porto Seguro, Prado, Lauro de Freitas, Simões Filho, Vera Cruz, Itaparica, Itabuna, Ilhéus, Itacaré, Camaçari, Luís Eduardo Magalhães, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Guanambi, Vitória da Conquista, Santa Maria da Vitória, Correntina, Entre Rios, Jequié, Brumado, Conceição do Jacuípe, Juazeiro, Teixeira de Freitas, Nova Soure, São Domingos, Canarana, Ipiaú, Itagibá, Itamaraju e Itororó.

O decreto também afeta Pojuca, Dias D’Ávila, Alagoinhas, Barra, Candeias, Coaraci, Itajuípe, Medeiros Neto, Santa Cruz Cabrália, Barra do Rocha, Eunápolis, Belmonte, Conde, Uruçuca, Itapetinga, Conceição do Coité, Utinga, Adustina, Cachoeira, São Félix, Gandu, Ibirataia, Itarantim, Palmeiras, Piripá, Barra do Choça, Campo Formoso, Catu, Ibotirama, São Francisco do Conde, Araci, Aurelino Leal, Euclides da Cunha, Gongogi, Itagi, Itatim e Serrinha.

Em algumas cidades sem casos confirmados de coronavírus, o sistema de transporte intermunicipal foi suspenso porque está integrado ao de municípios com registros da doença.