Kaminsky Mello doa máscaras faciais à Secretaria de Saúde de Itabuna
Tempo de leitura: 3 minutos

A Faculdade UniFTC de Itabuna doou os primeiros lotes de máscaras de proteção facial fabricadas por esta Instituição de Ensino e que serão utilizadas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e demais profissionais de saúde que estão atuando na linha de frente do combate ao novo Coronavírus (Covid-19,) no eixo Itabuna-Ilhéus, no sul da Bahia.

O equipamento tem gerado uma demanda reprimida no mercado mundial, diante da pandemia da Covid-19, e grande preocupação dos organismos internacionais diante da urgente necessidade de reduzir o risco de contaminação dos profissionais de saúde.

Os primeiros lotes de máscaras foram entregues à Secretaria de Saúde de Itabuna, ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) e à Santa Casa de Misericórdia. A previsão da Faculdade é de que na sexta-feira (17) dois novos lotes sejam entregues à Secretaria de Saúde de Ilhéus e à Sociedade de Anestesiologia do Estado da Bahia (SAEB).

Máscaras são produzidas no Espaço UniFTC Maker

A produção deste EPI está sendo feita no Espaço UniFTC Maker, laboratório de fabricação que possui a impressora 3D, utilizada na confecção do equipamento e de outros projetos disponibilizados por diversos Fab labs do Brasil. A iniciativa faz parte das ações do Movimento do Bem desenvolvidas por todas as unidades que integram a Rede de Ensino.

Durante a entrega, os representantes das instituições de saúde puderam conhecer o Espaço Maker e saber detalhes do processo de produção das máscaras, além obter informações sobre a utilização e os manejos para higienização do equipamento pós-uso.

CONTENÇÃO DO VÍRUS

O diretor da UniFTC de Itabuna, professor Kaminsky Mello Cholodovskis, ressaltou que a Faculdade está empenhada em produzir um volume significativo deste equipamentos como uma forma de contribuir com as medidas de contenção na transmissão do vírus, particularmente entre os profissionais de saúde.

– Este é um momento de unirmos forças e conhecimentos para vencermos juntos um mal que ameaça a todos. Neste sentido, a UniFTC está movimentando a infraestrutura tecnológica disponível neste Espaço Maker para ajudar a suprimir a demanda reprimida das máscaras faciais e diminuir os riscos de contaminação daqueles que, por conta do exercício profissional de salvar vidas, estão expostos nas unidades de saúde atendendo as vítimas da Covid-19”, disse Kaminsky.

EXEMPLO

Ao receber o lote de máscaras destinadas aos profissionais das unidades de atendimento emergencial da rede púbica, o secretário de Saúde de Itabuna, Uildson Nascimento, enfatizou a importância da iniciativa da UniFTC. “Este é um exemplo que deve ser seguido por outras instituições, diante deste esforço coletivo que estamos implementando para dar mais segurança aos nossos servidores da saúde, que diuturnamente estão atuando no combate a esta pandemia. Nós agradecemos por esta doação que torna-se imprescindível no atual contexto”, afirmou.

A importância da fabricação e doação das máscaras faciais também foi destacada pelo engenheiro de Segurança do Trabalho e Ambiental da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, Rolemberg Clementino dos Santos, bem como pela enfermeira chefe do SAMU 192, Rafaela Caldas Sousa dos Santos.

Rolemberg e Rafaela lembraram que em todo o mundo a falta de EPIs tem aumentado os índices de contaminação entre os profissionais de saúde. Na Itália e Espanha, por exemplo, os percentuais de médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem contaminados pela Covid-19 durante o exercício profissional variam entre 12% e 15%.

Para a fabricação das máscaras faciais, a faculdade está investindo na aquisição de filamentos, utilizados na impressora 3-D para a produção das bases que servem de suporte, bem como na compra de lâminas de acrílico que é usado na parte frontal das máscaras.

O Espaço UniFTC Maker funciona no Campus 2 da Faculdade, localizado na Avenida Inácio Tosta Filho, nº 360, área central de Itabuna. Inicialmente, na fase de produção sob a supervisão da gerente de Laboratório da Rede UnFTC, Alessandra Argolo do Espírito Santo, estão atuando o colaborador do setor de Tecnologia da Informação, Ewerton Santos, e o estudante do 9° semestre de Engenharia Civil, Guilherme Dantas, que dominam a tecnologia de impressão em 3-D.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.