Chegada de respiradores para o hospital de campanha para Teixeira de Freitas
Tempo de leitura: 2 minutos

A Suzano e a Veracel Celulose vão construir um hospital de campanha, em Teixeira de Freitas, no extremo-sul da Bahia, para atendimento a vítimas do novo coronavírus (Covid-19). O anúncio foi feito no final da tarde desta sexta (17). O hospital de campanha terá 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A empresa também doará ao governo baiano 20 respiradores, fixos e móveis e a estrutura do hospital, que será erguido ao lado do Hospital Municipal de Teixeira de Freitas. A manutenção do hospital será feita pelo Governo do Estado.

“É uma honra para a Suzano poder ser parceira do Governo em um momento como este, prezando pela saúde e bem-estar da população do extremo sul da Bahia, que será assistida – em casos suspeitos de Covid-19 – por este hospital”, reforça a Head de Relações e Gestão Legal da Suzano, Mariana Lisbôa.

As empresas doaram, no total, 35 respiradores para o território baiano (27 para o Governo do Estado e 8 para a Prefeitura Municipal de Salvador), 80 mil máscaras hospitalares importadas da China e distribuirão 83 mil litros de álcool 70% glicerinado em diversos municípios do estado. O produto, essencial para este momento, será direcionado aos hospitais e instituições, tais como Corpo de Bombeiros e Polícia Militar.

PARCERIA VERACEL, SUZADO E ESTADO

“A Veracel está comprometida desde o início com a luta contra os efeitos da pandemia e com o apoio às comunidades da nossa região, a Costa do Descobrimento”, afirma Andreas Birmoser, CEO da companhia. “Por isso, é um grande orgulho estar nesta parceria. O novo hospital terá uma UTI dedicada ao tratamento de pessoas que possam vir a contrair a Covid-19 e necessitar de atendimento de maior complexidade, salvar vidas e trazer mais segurança à população de todo o extremo sul da Bahia”.

Na avaliação do secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, a solidariedade do empresariado brasileiro é fundamental neste momento. “A rede de relacionamento, logística e recursos financeiros do setor privado auxilia estados e prefeituras de sobremaneira. Estes respiradores serão usados em casos graves de contaminação pelo novo coronavírus, em especial no extremo-sul da Bahia”, afirma Vilas-Boas.

“O setor florestal na Bahia, responsável pela produção e processamento de madeira para papel, celulose, entre outros, gera 200 mil empregos no estado. Temos construído uma importante agenda positiva. Essa doação da Suzano e Veracel reforça o compromisso do segmento, não apenas com o desenvolvimento econômico, mas com o bem estar do povo baiano”, destaca o vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.