Empresas de Itabuna e Ilhéus são fiscalizadas
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Governo do Estado fiscalizou, nesta quarta-feira (29), estabelecimentos comerciais, indústrias, agências bancárias e empresas de transporte dos municípios de Ilhéus e Itabuna. O objetivo da ação foi verificar o cumprimento das medidas obrigatórias de funcionamento durante a pandemia.

Os fiscais verificaram, por exemplo, o uso de máscaras por funcionários e a disponibilidade de locais para higienização das mãos, com água corrente ou álcool gel 70%.  “A velocidade de crescimento do novo coronavírus na região sul tem sido maior do que no resto da Bahia, por isso o Governo do Estado está tomando uma série de medidas preventivas,”  destaca o secretário estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Davidson Magalhães.

O secretário explica que entre as medidas para evitar a disseminação do novo coronavírus está o reforço na fiscalização das normas de higiene e segurança que devem ser seguidas pelas empresas que permanecem em atividade. “Inicialmente, a operação tem caráter educativo, mas os estabelecimentos que continuarem desrespeitando as exigências serão penalizados’, reforça .

O descumprimento das medidas, que são válidas em toda a Bahia, implica em multa para os empregadores. O valor é de R$ 1 mil para cada trabalhador sem máscara ou acesso aos pontos de higienização. A cada reincidência, a pena será duplicada, e o valor é limitado a R$ 30 mil.

A população pode denunciar, de forma anônima, as empresas que não estão seguindo as normas. O contato pode ser realizado pelo e-mail fiscalizacovid@setre.ba.gov.br ou através do telefone (71) 3115-9901, de segunda a sexta-feira, das 9 às 16 horas.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.