Para o petista, nesse momento o Brasil deve deixar as disputas ideológicas de lado
Tempo de leitura: < 1 minuto

O governador Rui Costa (PT) avalia que o trâmite para a liberação emergencial de outras vacinas contra a Covid-19, além dos imunizantes da AstraZeneca e Sinovac, seja abreviado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), órgão federal responsável pelo procedimento.

“A burocracia deve ser deixada de lado. Nesse momento, não precisa nenhum de nós estar demonstrando seu poder, o poder da sua caneta”, disse o petista, na manhã desta terça-feira (19), durante o início da vacinação contra a Covid-19 na Bahia, nas Obras Sociais de Irmã Dulce (Osid), em Salvador.

Para o governador da Bahia, nesse momento o país deve superar as disputas ideológicas. “Quando a gente coloca a burocracia, a ideologia e o ódio de lado, o ser humano consegue fazer muito mais pelos outros”. Na opinião dele, o Brasil precisa de “mais humanidade, menos burocracia e mais agilidade para salvar vidas”.

Uma resposta

  1. Neste caso, não é disputa ideológica não, e sim, responsabilidade pública mesmo. Não se arrisca saúde de ninguém, sem uma correta avaliação da Anvisa prévia, só pq é caráter de emergência.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.