Tempo de leitura: 3 minutos

O novo presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), deputado estadual Adolfo Menezes, comandou a abertura dos trabalhos legislativos de 2021, nesta terça (3), com a presença do governador Rui Costa, que apresentou a sua mensagem anual. Foi a primeira vez na história que uma sessão solene de abertura do ano legislativo é realizada através de videoconferência.

Adolfo Menezes concorda com o governador de que o ano será de muito mais dificuldades do que as já vividas em 2020. “Temos a esperança da vacinação, mas, do ponto de vista econômico, será um ano de muitas dificuldades. A Assembleia Legislativa da Bahia vai viver sob o signo da austeridade, mas irá fazer todo esforço para amainar os danos causados aos baianos pela pandemia da Covid-19”, diz o novo chefe do Legislativo baiano.

Na mensagem anual à Assembleia, o governador Rui Costa destacou os investimentos públicos em saúde na Bahia, realizados desde 2015. “Temos a segunda menor taxa de mortalidade do Brasil, apesar do sentimento de luto pela perda de 10.136 vidas de baianos. Hoje, a nossa taxa de ocupação de leitos de UTI é de 68%. E tudo isso é fruto do esforço não só do Executivo, mas da própria Assembleia Legislativa e de instituições como o TJ/BA, MP/BA, TCE e TCM, além dos profissionais de saúde pelo trabalho incansável. Isso também é resultado dos investimentos que realizamos desde 2015 na área da saúde. Somos o Estado que mais investe em saúde pública no Brasil”, declarou o governador.

Rui disse que a Bahia só fica atrás de São Paulo em investimentos públicos, refletindo o bom desempenho, da Bahia em situações de crise sanitária como a que vivemos com a Covid-19. “O vice-campeonato brasileiro em investimentos públicos atesta que fizemos a escolha certa ao carrear maciçamente os nossos recursos para a saúde. Aproveito para convidar os deputados para acompanhar a inauguração de mais 8 policlínicas, de um total de 25 que entregaremos ao final do nosso governo. Nesse primeiro semestre, estarão em funcionamento as policlínicas de Ribeira do Pombal, Serrinha, São Francisco do Conde, Itaberaba, Brumado, Santa Maria da Vitória e duas em Salvador – Narandiba e Escada”, destacou Rui Costa.

O governador da Bahia ainda anunciou outros investimentos em saúde, como o funcionamento do Hospital Metropolitano; o novo Hospital Batista Carybé; as maternidades de Ilhéus, da Chapada e Camaçari; o Hospital Geral de Itaberaba; o Hospital Afrânio Peixoto, em Conquista; o Hospital do Câncer, em Caetité; UTIs de alta complexidade em Bom Jesus da Lapa; ampliação do Hospital do Oeste; Hospital Municipal de Luís Eduardo Magalhães; ampliação do Hospital de Ribeira do Pombal; ampliação do Hospital de Juazeiro; construção do hospital regional de Teixeira de Freitas; e um grande hospital de alta complexidade em Ortopedia, no Stiep, em Salvador.

O governador Rui Costa também anunciou que R$ 250 milhões já foram aplicados no Fundo Garantidor para a construção da Ponte Salvador-Itaparica, representando investimentos de R$ 7 bilhões, com forte impacto na economia da Bahia, afetando, principalmente, as regiões do Baixo-Sul e do Recôncavo. O chefe do Executivo também garantiu grandes investimentos em educação, o atendimento aos prefeitos para realizar obras “tamanho P” nas sedes e distritos municipais, e um plano para retorno às aulas, que será anunciado em conjunto com UPB e com a Comissão de Educação da ALBA.

O presidente Adolfo Menezes elogiou o trabalho do governador Rui Costa, com destaque para a área da saúde. “Rui está colhendo os frutos que plantou em seu governo. Com a pandemia, todo mundo redescobriu a importância do SUS e dos investimentos em saúde pública. O governador se antecipou a isso e nunca, em nenhum outro momento da história da Bahia, se investiu tanto em saúde pública”, elogiou Adolfo.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.