Estado avalia possibilidade de incluir professores com mais de 55 anos entre grupos prioritários para vacinação
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Governo do Estado prorrogou, até 14 de fevereiro, a suspensão das aulas presenciais nas redes de ensino pública e privada da Bahia. A alteração do Decreto nº 19.586, de 27 de março de 2020, que trata do assunto, foi publicada hoje (6) no Diário Oficial do Estado.

A decisão foi anunciada pelo governador Rui Costa (PT) nessa sexta-feira (5), depois de debate com prefeitos e a Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), por videoconferência, sobre os critérios para o retorno das aulas presenciais. Os secretários da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, e da Saúde, Fábio Vilas Boas, participaram da reunião.

“Ainda estamos vivendo um crescimento que começou no mês de novembro, e o retorno das atividades escolares deve levar em conta as taxas de ocupação de leitos e de mortalidade pela Covid-19″, disse Rui, ao destacar que um protocolo único para a volta às aulas será preparado pela Secretaria de Educação do Estado em conjunto com a União dos Municípios da Bahia (UPB) e as secretarias municipais de Educação.

O governador disse ainda que já solicitou o levantamento dos profissionais de educação com 55 anos ou mais, em todo o estado, para que, possivelmente, sejam incluídos nos grupos prioritários da vacinação contra a Covid-19.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.