Tempo de leitura: < 1 minuto

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) cobrou transparência na divulgação dos dados relacionados à vacinação contra o novo coronavírus em Ilhéus. O promotor público Pedro Nogueira Coelho, da 3ª Promotoria de Justiça, recomendou ao secretário de saúde, Geraldo Magela, a regularização das informações no site da Prefeitura, com ampla publicidade nas redes sociais, revela o Blog do Gusmão

A promotoria aponta informações desatualizadas no site da Prefeitura de Ilhéus, a exemplo de consulta feita na quarta (3). Os dados mais recentes divulgados pelo município eram de 25 de fevereiro.

Além da Sesau, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) também foi cobrada pela Promotoria em Ilhéus. A Sesab deverá informar o quantitativo de vacinas enviadas para o município de Ilhéus. A informação deverá ser prestada pelo Núcleo Regional Sul da Sesab (NRS Sul).

A promotoria se pronunciou após reportagem do Blog do Gusmão e editorial do PIMENTA abordando as inconsistências das informações e a resistência dos órgãos municipal e estadual em fornecer as informações relacionadas à vacinação no município sul-baiano. A promotoria deverá cruzar as informações recebidas de Sesau e Sesab.

Apesar das publicações do site coirmão e deste blog, tanto a Sesau (Ilhéus) como a Sesab (estado) mantiveram silêncio e não responderam aos questionamentos feitos, principalmente quanto à Coronavac. A postura do NRS Sul, aliás, contraria toda a política de transparência defendida pelo governo estadual e pelo secretário Fábio Vilas-Boas.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.