Presidente da Amurc se reuniu com representantes da clínica nesta quinta-feira (15)
Tempo de leitura: < 1 minuto

O presidente da Associação dos Municípios da Região Cacaueira (Amurc) e prefeito de Itajuípe, Marcone Amaral (PSD), reuniu-se hoje (15) com o médico Antônio Vieira, sócio da Clínica de Medicina Hiperbárica de Itabuna.  Segundo Antônio, a clínica especializada no tratamento de feridas de difícil cicatrização pode ser fechada em razão da queda de sessões financiadas pelo SUS.

De acordo com o médico, clínica atendia em média 42 pessoas por mês via SUS, atualmente são 10. Segundo ele, a demanda pelo serviço não diminuiu. “Existe uma procura muito grande, mas há uma necessidade de uma maior contratualização por parte dos municípios e do Governo do Estado”, argumentou.

A Amurc, conforme seu presidente, “vai se colocar à disposição e lutar para que não aconteça o fechamento da clínica hiperbárica, dialogando com os prefeitos e com o Governo do Estado para verificar qual a solução iremos adotar”.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.