Reunidos em assembleia, comerciários decidiram manter dia de folga previsto em convenção
Tempo de leitura: 2 minutos

Os funcionários do comércio de Itabuna decidiram, em assembleia, não aceitar a abertura das lojas no Dia de Corpus Christi, que neste ano será em 3 de junho, e mantiveram a folga prevista em convenção.

Nesta sexta-feira (21), a Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACI) lamentou a decisão da categoria. A entidade patronal informa que mais de 50 empresas sinalizaram interesse em abrir as portas no dia 3 de junho, a exemplo do que acontecerá em Salvador e Feira de Santana.

“Lembrando que o comércio de Itabuna, juntamente com o setor de serviços amargam uma crise com a redução do número de vagas de emprego no primeiro trimestre de 2021”, diz a nota divulgada pela ACI.

O Sindicato dos Comerciários de Itabuna ainda não se manifestou sobre o posicionamento dos seus membros.

A direção do Sindicato dos Comerciários se manifestou, na noite de sexta (21), sobre a abertura ou não do comércio no feriado. Segue posicionamento abaixo:

O Sindicato dos Comerciários de Itabuna vem a público esclarecer a toda população itabunense que não tem poder para suspender o feriado de Corpus Christi, que este ano será no dia 03 de junho.

O Sindicato tomou conhecimento, através dos veículos de comunicação, que o segmento patronal reivindicava junto ao prefeito o cancelamento do feriado de Corpus Christi.

Não é atribuição de uma entidade sindical determinar a suspensão de um feriado religioso, que tem relação com todas as demais categorias profissionais e com toda a sociedade.
No entendimento do Sindicato dos Comerciários, tal decisão cabe exclusivamente ao executivo e ao legislativo municipal.

É importante que, diante do aumento no número de contaminados e de óbitos pela Covid-19 em nossa cidade, qualquer decisão acerca de ampliação da atividade econômica seja precedida de avaliação fundamentada na ciência sobre o atual estágio endêmico e as consequências desta decisão. Esperamos que o segmento patronal use sua força e influência para cobrar do governo federal mais celeridade na aquisição de vacinas, único caminho para a retomada da normalidade econômica.

Itabuna, 21 de maio de 2021

Joab Alves Batista
Presidente Sindicato dos Comerciários de Itabuna

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.