Dados são do Monitor do PIB, levantamento da Fundação Getúlio Vargas
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, cresceu 9,7% no trimestre encerrado em maio deste ano, na comparação com o mesmo período do ano anterior.

Na comparação com o trimestre finalizado em fevereiro deste ano, no entanto, a economia brasileira teve perda de 0,9%. Considerando-se apenas maio, o PIB teve altas de 1,8% em relação a abril deste ano e de 13,4% na comparação com maio de 2020.

Os dados são do Monitor do PIB, divulgados hoje (16), no Rio de Janeiro, pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

A alta de 9,7% do trimestre encerrado em maio deste ano, na comparação com o mesmo período de 2020, foi puxada por crescimentos de 29,3% da formação bruta de capital fixo (investimentos) e de 10,1% do consumo das famílias.

As exportações também cresceram (12,3%), mas as importações tiveram uma alta bem mais acentuada (28,5%).

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.