Secretária Lívia Mendes atribui resultado ao avanço da vacinação
Tempo de leitura: 2 minutos

Dados da Vigilância Epidemiológica revelam que Itabuna, pela primeira vez desde o início da pandemia, ficou 11 dias sem registro de mortes provocadas pela Covid-19. Conforme o boletim diário, o último óbito foi registrado no dia 8 deste mês. O município contabiliza 605 perdas para a doença desde o início da pandemia.

Para Lívia Mendes Aguiar, secretária de Saúde de Itabuna, esse recuo no número de óbitos é resultado do avanço da vacinação da população de maior risco contra o novo coronavírus. O subgrupo é integrado por idosos e pessoas com doenças crônicas. Ela esclarece que os óbitos somente são noticiados depois da investigação da Secretaria Estadual de Saúde da Bahia (Sesab).

“Ao completar o esquema vacinal nesse público, sentimos o reflexo nos casos mais graves e nas mortes pela doença. Mas, esse período sem óbito não significa que não morreu ninguém na cidade por covid-19. Pode ter tido, sim, uma redução importante”, frisa.

Para a secretária é preciso avançar ainda mais na vacinação, mas adverte que a população deve colaborar com o uso da máscara facial, álcool gel 70%, o distanciamento social e evitar aglomerações.

“Esse é um fator a mais para que continuemos avançando. Atualmente, Itabuna tem 40% da população vacinada com a 1ª dose e 20% com o ciclo completo de imunização, 2ª dose ou dose única, o que é muito positivo”, afirma a secretária.

O mais recente boletim da Covid-19, deste domingo (18), informa que o município tem no momento 437 casos ativos da doença, com 40 pacientes internados em UTI e 35 internados em leitos clínicos.

VACINAÇÃO

Nesta semana, a Secretaria Municipal de Saúde executa o calendário de vacinação contra Influenza e Covid-19. Até sexta-feira (23), das 8h às 11 h, prossegue a vacinação contra o vírus Influenza nas Unidades Básicas e de Saúde da Família. A documentação exigida é o RG, CPF ou cartão do SUS e comprovante de residência nominal. Serão vacinadas pessoas com idade a partir de 6 meses.

No período vespertino, prossegue ainda nas Unidades Básicas e de Saúde Família, a aplicação da primeira dose contra a Covid-19, das 13h às 16h. Também serão vacinadas contra a Covid-19, as pessoas com idade a partir de 35 anos completos em 1ª dose (Oxford).

Na quarta-feira (21), serão vacinados contra a Covid-19 (Janssen) moradores de rua do município de Itabuna. A ação, que será em parceria com a Secretária de Promoção Social e Combate à Pobreza, acontecerá na sede do Tiro de Guerra a partir das 10h.

Na sexta-feira (23), haverá também ação pela manhã para vacinação contra Covid-19 na UniFTC. A aplicação da primeira dose da Oxford será das 8h30min às 13h30min para pessoas com idade a partir de 35 anos completos. Serão disponibilizadas 400 senhas a serem distribuídas na fila por ordem de chegada.

A documentação necessária é a Carteira de Identidade (RG), CPF ou Cartão do SUS e comprovante de residência em nome pessoal. Para quem mora de aluguel, é preciso que o proprietário assine o documento ou que o inquilino leve a fotocópia do contrato.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *