Leitos de UTI são desativados após queda consolidada do número de internações na região || Foto Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria de Saúde de Ilhéus (Sesau) decidiu reduzir a oferta de leitos de terapia intensiva (UTI) para vítimas da covid-19 depois de números consolidados de queda no número de internações desde julho. A decisão foi tomada durante reunião virtual da Comissão Intergestores Bipartite da Bahia (CIB-BA), com participação do titular da Sesau Ilhéus, André Cezário. A proposta foi votada pelos membros da Macrorregião Sul.

No total, 20 leitos de UTI do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC) destinados a vítimas da Covid-19 serão utilizados para cuidados de pacientes com outras doenças, atendimentos de urgência e emergência e retomada das cirurgias eletivas e procedimentos habituais. Caso haja necessidade, haverá reativação imediata desses leitos, assegurou Cezário. A secretaria informa que os serviços prestados no Hospital de Campanha, instalado no Centro de Convenções, seguem normalmente.

Além das medidas restritivas adotadas pela Prefeitura para conter a disseminação do vírus, a estratégia de vacinação estruturada contribuiu significativamente para manter a tendência de queda ao longo dos últimos dois meses. A cidade já alcançou a marca de 100 mil pessoas imunizadas com a primeira dose. Conforme os dados repassados pelo órgão, dos dias 9 a 16 de agosto não houve confirmação de morte de moradores em decorrência do coronavírus.

PANDEMIA AINDA NÃO ACABOU

Embora o cenário apresente certa estabilidade, o Município alerta que a pandemia não acabou. A colaboração da população continua sendo decisiva para frear o ritmo de transmissão do vírus. Todas as medidas de prevenção, com uso de máscara de proteção, higienização das mãos e distanciamento físico (social) devem ser rigorosamente mantidas.

O boletim epidemiológico divulgado na segunda-feira (23) contabiliza 19.536 pessoas curadas e 43 infectadas pela Covid-19. Dos atuais 61 leitos de UTI habilitados, 10 estão ocupados com pacientes de Ilhéus e 14 abrigam pacientes oriundos de outras cidades baianas.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.