O vice-prefeito Enderson Guinho e o senador Jaques Wagner
Tempo de leitura: 2 minutos

O vice-prefeito e secretário de Esportes de Itabuna, Enderson Guinho (DEM), avalia que as lideranças de partidos aliados do PT levantam dúvidas sobre a viabilidade da candidatura do senador Jaques Wagner ao governo estadual. Ele falou sobre o assunto nesta quarta-feira (6), em entrevista ao Café com Pimenta, programa dos blogs IPolítica, do Thame e PIMENTA.

“Você vê que o posicionamento dos aliados, muitas vezes, coloca em dúvida a candidatura [de Wagner], a exemplo do vice-governador do PP [João Leão] e de aliados do próprio senador Otto Alencar, o senador Ângelo Coronel, que defende a candidatura de Otto ao Governo do Estado”, declarou Guinho, que é pré-candidato a deputado federal e apoia a pré-candidatura de ACM Neto (DEM) ao Palácio de Ondina.

O vice-prefeito também falou sobre a dificuldade de interlocução da Secretaria de Esportes de Itabuna com a homóloga estadual, a Setre, comandada pelo secretário e suplente de senador Davidson Magalhães, do PCdoB (confira abaixo).

BINHO SHALOM AFASTA UNIÃO BRASIL DO EXTREMISMO BOLSONARISTA

O radialista Binho Shalom, presidente do PSL em Itabuna

O radialista Binho Shalom, presidente do PSL em Itabuna e primeiro-secretário estadual do partido, também foi entrevistado pelo Café com Pimenta desta quarta. Ele comentou a fusão do PSL com o DEM, que é presidido por Guinho no município, e enfatizou que a nova legenda, União Brasil, deve caminhar longe do extremismo político do presidente Jair Bolsonaro. Binho fez críticas a Jair Bolsonaro, a quem apoiou em 2018, e disse o país precisa de diálogo. Assista ao programa na íntegra.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *