Rodrigo Cardoso foi o convidado do Café com Pimenta nesta quarta-feira
Tempo de leitura: < 1 minuto

No Café com Pimenta desta quarta-feira (20), o presidente do Sindicato dos Bancários de Ilhéus, Rodrigo Cardoso (PCdoB), disse que a história das eleições deve ser considerada em uma avaliação sobre as chances de o presidente Jair Bolsonaro chegar ao segundo turno, caso tente ser reeleito.

Desde 1998, ano do primeiro pleito após a Emenda Constitucional 16, todos os presidentes da República que tentaram a reeleição foram reconduzidos ao cargo. Portanto, apesar dos altos índices de rejeição popular, uma derrota de Bolsonaro no primeiro turno seria um acontecimento novo, observa Rodrigo Cardoso.

Na opinião do líder sindical, a competitividade de Bolsonaro será maior se a especulada filiação ao PP se confirmar. “Todas as pesquisas indicam que ele tem muita chance de chegar ao segundo turno. Bolsonaro está fragilizado, mas não é “cachorro morto”, como muitos têm dito. Um cara que tem 25%, 20, 28, 22% [das intenções de voto] nas pesquisas, e o terceiro colocado tá lá no patamar de 10 ou um pouco menos, ele é um candidato competitivo. Segundo turno é uma outra batalha. Claro que as projeções de hoje dão ele numa posição negativa, mas segundo turno é outra grande batalha”.

O Café com Pimenta é fruto de parceria do IPolítica com o Blog do Thame e o PIMENTA. No programa, Rodrigo também falou da luta dos trabalhadores para conquistar e preservar direitos. Assista na íntegra.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *