Major Denice e Marcone Amaral discutiram a instalação de conselhos de segurança || Foto Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

Durante reunião na sede da Amurc, nesta quinta-feira (18), foi discutida a criação de Conselhos Comunitários de Segurança Pública nos municípios que integram a Associação. Segundo a major Denice Santiago, a iniciativa visa ainda, tratar a perspectiva dos direitos humanos ao lidar com pessoas em vulnerabilidade social.

À frente da Superintendência de Prevenção à Violência da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), Major Denice apresentou a proposta de parceria com a Amurc para a criação dos conselhos. Ao mesmo tempo, promover uma maior aproximação de todas a sociedade dos municípios que compõem a Amurc com as forças de segurança pública, e levar capacitação, formação e diálogo aos agentes públicos.

Outra ideia é melhorar a comunicação dos equipamentos que atualmente funcionam nos municípios para atender às mulheres vítimas de violência. “Algumas cidades vão ter Creas, Cras, Delegacia e Polícia Militar. Mas se essas estruturas não estiverem em rede, dialogando, entendo que as políticas públicas não irão funcionar. A entrada da mulher tem que ser plena e completa, sem que ela seja vitimizada, por exemplo, nos casos de violência doméstica”, pontuou a Major.

O presidente da Amurc, Marcone Amaral, diz que vê com bastante entusiasmo a parceria com a SSP-BA para assegurar os direitos das mulheres e de outros grupos sociais em situação de vulnerabilidade social. “Através de articulações como essa é possível fazer com que as políticas públicas alcancem essas pessoas de maneira democrática”, disse Marcone, que também é prefeito de Itajuípe.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.