Venda de refinaria na Bahia é concluída
Tempo de leitura: 2 minutos

Petrobras finalizou, nesta terça-feira (30), a venda da Refinaria Landulpho Alves, em São Francisco do Conde, na Bahia e seus ativos logísticos associados para o Mubadala Capital.  A operação foi concluída com o pagamento de US$ 1,8 bilhão (R$ 10,1 bilhões na cotação de hoje) para a Petrobras.

O montante que reflete o preço de compra de US$ 1,65 bilhão, ajustado preliminarmente em função de correção monetária e das variações no capital de giro, dívida líquida e investimentos até o fechamento da transação. O contrato ainda prevê um ajuste final do preço de aquisição, que se espera seja apurado nos próximos meses.

A refinaria é a primeira dentre as oito que estão sendo vendidas pela Petrobras a ter o processo concluído. A Acelen, empresa criada pelo Mubadala Capital para a operação, assumirá a partir de 1º de dezembro a gestão da Refinaria Landulpho Alves, que passa a se chamar Refinaria de Mataripe.

MAIS DUAS REFINARIAS

Além da Landulpho Alves, outras duas refinarias já tiveram seus contratos de venda assinados: a Refinaria Isaac Sabbá (REMAN), no Amazonas, cuja assinatura ocorreu em 25 de agosto, e a Unidade de Industrialização do Xisto (SIX), no Paraná, com contrato assinado no dia 11 deste mês de novembro.

Quando também forem concluídos os processos de desinvestimento dessas duas unidades, a Petrobras responderá por cerca de 50% do abastecimento do mercado de combustíveis no país.

De acordo com a Petrobras, nenhum empregado ligado à estatal será demitido por conta da transferência do controle da refinaria baiana para o novo dono. Os empregados da Petrobras poderão optar por transferência para outras áreas da empresa ou aderir ao Programa de Desligamento Voluntário, com pacote de benefícios.

A Landulpho Alves, situada no estado da Bahia, tem um perfil de produção de 48% de diesel e gasolina, 40% de óleo combustível e bunker, além de produtos especiais, como parafina e propeno. Seus ativos incluem quatro terminais de armazenamento e um conjunto de oleodutos que interligam a refinaria e os terminais, totalizando 669 km de extensão.

SEDE EM DHABI

O Mubadala Capital é a subsidiária de gestão de ativos da Mubadala Investment Company, um investidor soberano global com sede em Abu Dhabi. Além de gerir seu próprio portfólio de investimentos, o Mubadala Capital administra US$ 9 bilhões de capital de terceiros em nome de investidores institucionais em todos os seus negócios, incluindo dois fundos no Brasil focados em special situations, três fundos de private equity, dois fundos de venture capital com foco em companhias em early stage, e um fundo com investimentos em ativos líquidos.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.