Obras de duplicação vão aliviar trânsito na rodovia atual, a BR-415 || Foto Pimenta
Tempo de leitura: 2 minutos

Após adiar a visita do último dia 29 por causa das chuvas, Rui Costa retorna ao sul da Bahia nesta segunda-feira (6). Em Ilhéus, o governador vai inaugurar o Hospital Materno-Infantil Joaquim Sampaio, às 9h, acompanhando da secretária estadual da Saúde, Tereza Paim.

A unidade funcionará no antigo Hospital Regional Luiz Viana Filho, que recebeu investimentos de R$ 40 milhões em obras e equipamentos para prestar atendimentos de médio e alto risco na área pediátrica e gineco-obstétrica, com procedimentos como cirurgias pediátricas e parto de alto risco.

Hospital Materno-Infantil funcionará 24h e com atendimento de alto risco

O novo hospital, que tinha inauguração prevista para maio passado, dispõe de 105 leitos de internação, dos quais 10 de UTI Neonatal e 25 de semi-intensivo, integrados à Rede Cegonha e atenção às urgências e emergências da região de Ilhéus.

INÍCIO DAS OBRAS DA ILHÉUS-ITABUNA

O segundo compromisso de Rui Costa, nesta segunda, será dar início às obras de duplicação da Rodovia Ilhéus-Itabuna. Será, na verdade, construção de rodovia estadual na margem direita do curso do Rio Cachoeira no trecho Ilhéus-Itabuna, num total de 18 quilômetros de extensão, interligados por quatro pontes.

A duplicação está orçada em R$ 142,6 milhões e será tocada pelo consórcio Paviservice, devendo gerar cerca de 300 empregos quando atingir o pico da obra. A duplicação terá apenas recursos estaduais, segundo o governador Rui Costa. O consórcio vencedor da licitação começou a instalar o canteiro de obra há cerca de 10 dias. Confira vídeo com perspectiva do trecho onde nova rodovia, estadual, será construída.

3 respostas

  1. Bom dia gostaria de parabenizar o excelente trabalho realizado na gestão do governador Rui costa .Gostaria de ver uma investida assim na feira do malhado,que geraria muitos empregos para o nosso povo baiano obrigado Deus, obrigado Rui

  2. Esperamos que essa duplicação não demore o mesmo tempo que levou o metrô de Salvador e nem ultrapasse o tempo que durou a transposição do rio São Francisco nos governos pistas.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.