Cheia do Rio Cachoeira afeta captação de água em Itabuna || Foto Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

As chuvas intensas que caem no sul e extremo sul da Bahia, nas últimas três semanas, elevaram o nível do Rio Cachoeira e vêm dificultando a captação de água da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa) na Estação de Nova Ferradas. Com a cheia e a forte correnteza, muitos detritos são arrastados, principalmente as plantas aquáticas Eichornia crassipes, popularmente conhecidas como baronesa.

Segundo o gerente técnico da Emasa, João Bitencourt, as plantas entopem os crivos e rotores das bombas de sucção, prejudicando a captação da água. “Estamos com equipes trabalhando initerruptamente para solucionar o problema e normalizar o abastecimento com a maior brevidade”, afirma Bitencourt.

A Estação de Captação de Nova Ferradas atende os bairros Nova Ferradas, Ferradas, Maria Matos (Rua de Palha), Urbis IV, Morumbi, Sinval Palmeira e Nova Esperança, além dos condomínios Jubiabá, Gabriela, São José e Top Park.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o temporal que atinge o sul e o extremo sul baianos é provocado pela Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), que é uma faixa de nuvens que se estende desde o sul da região amazônica até a região central do Atlântico Sul.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.