Vacinação prioriza crianças com comorbidade ou deficiência permanente
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria de Saúde de Itabuna inicia nesta semana a vacinação de crianças de 5 a 11 anos contra Covid-19. Nesta primeira etapa, o grupo prioritário é o das crianças com comorbidades ou deficiência permanente. O atendimento ocorrerá na UniFTC, no Centro, na quinta-feira (20), das 16h às 20h, e na sexta-feira (21), das 10h às 16h.

De acordo com o enfermeiro de imunização da Rede de Frio, José Victor Gomes, serão fornecidas 200 senhas de atendimento por dia.

Conforme a Secretaria, preferencialmente, os pais devem acompanhar a criança. No caso da ausência, a vacinação deverá ser autorizada pelos pais em termo de consentimento por escrito, que deverá ser apresentado em duas vias (original e fotocópia). O documento estará disponível na UniFTC. Além disso, a criança deverá estar acompanhada por um adulto (tio, avós, padrinhos, etc.) com os documentos pessoais e do pai ou mãe da criança com foto.

“Como neste primeiro momento as crianças que serão vacinadas são as que têm comorbidades, também deverá ser apresentado o laudo com CID (Classificação Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde), com carimbo e assinatura do médico”, orienta o enfermeiro Victor Gomes.

Ele acrescenta que a criança não pode ter sido vacinada contra outra doença nos últimos 15 dias. “Daí a importância de apresentar, além dos documentos pessoais, também o cartão de vacina e o cartão do SUS, para que nossa equipe possa avaliar o quadro de imunização da criança”, explica.

Após a vacinação, a criança deverá permanecer em repouso no local por pelo menos 20 minutos. “Este é um procedimento simples para que a criança possa ser observada”, diz Victor Fomes.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.