Policiais restabelecem controle de unidade prisional após rebelião || Foto GOVBA
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Governo da Bahia confirmou que cinco detentos foram mortos por colegas durante a rebelião deste domingo (20) no Complexo Penitenciário Lemos de Brito, na Mata Escura, em Salvador. Outros 18 presos ficaram feridos. Os nomes das vítimas não foram divulgados.

As secretarias de Segurança Pública (SSP) e de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap) investigam a entrada de revólveres e facas no presídio. Conforme as pastas estaduais, uma briga e uma tentativa de fuga resultaram nas mortes.

POLICIAIS IMPEDIRAM FUGA DE DETENTOS

A rebelião começou às 15h45min, quando policiais penais ouviram disparos de arma de fogo no Módulo II da Lemos Brito. Guarnições do Batalhão de Guardas da Polícia Militar foram até o local e impediram a fuga de detentos pela porta principal da unidade.

Na sequência, com reforços de equipes do Bope, Batalhão de Choque, Graer, Apolo, Gêmeos e Rondesp Central, os militares entraram no presídio e restabeleceram o controle da unidade. Armas brancas e de fogo foram apreendidas.

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil investiga a motivação dos crimes e os autores.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.