Filme mostra papel da comunicação na guerra contra o vírus
Tempo de leitura: 2 minutos

O Governo da Bahia apresentará, nesta segunda-feira (23), Coronavírus, um visitante indesejado, documentário que narra como as estratégias e o trabalho de comunicação foram utilizados como ferramentas de combate à pandemia de Covid-19. Exclusiva para convidados, a primeira exibição será às 19h, na Sala do Coro do Teatro Castro Alves (TCA), em Salvador.

“A pandemia nos trouxe, além de uma questão de saúde pública, também um grande desafio de comunicação. Ao mesmo tempo que o Governo do Estado, sob o comando do governador Rui Costa [PT], atuava incansavelmente para garantir a assistência que o povo precisava, tínhamos também que trabalhar fortemente para levar informação clara, objetiva e transparente para o povo baiano, com a missão de conscientizar a todos sobre os cuidados necessários, principalmente nos períodos mais críticos da pandemia”, explicou o secretário estadual de Comunicação Social, André Curvello.

Com 45 minutos de duração, o filme oferece uma linha do tempo das principais fases da pandemia, desde as medidas restritivas e a abertura de hospitais de campanha, chegando à distribuição das vacinas. O documentário também mostra como a comunicação e a publicidade institucionais atuaram em cada um desses períodos. Integram o roteiro filmes publicitários veiculados em cada uma dessas fases.

O documentário é dedicado às vítimas da pandemia, a todos que perderam pessoas queridas e aos profissionais que estiveram na linha de frente do combate à Covid-19, a exemplo de médicos, enfermeiros, todos os profissionais de saúde, policiais civis e militares, bombeiros, motoristas de ambulância, maqueiros e os trabalhadores de apoio e de outras especialidades.

Fábio Ribeiro dirigiu o filme e divide a autoria do roteiro com Bruno Mollicone. A produção executiva coube a Cláudio Meirelles. Polliana Pereira e Yasmina Sestello tocaram a produção, enquanto Júnior Jacob montou e editou a obra. Danilo Lima e Robson Nunes fizeram a computação gráfica. A trilha é da Sagaz Áudio. Todo o trabalho foi coordenado pela produtora Macaco Gordo.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.