Tempo de leitura: < 1 minuto

O Ministério Público do Trabalho (MPT) instaurou procedimento para investigar as responsabilidades trabalhistas sobre o acidente que causou a morte de dois operários no município de Porto Seguro, no extremo-sul da Bahia.

O soterramento dos trabalhadores na tarde de quinta-feira (7), na localidade conhecida como Alto do Vilas, em Arraial d’Ajuda, distrito de Porto Seguro. Sandro da Cruz Regis e Lucival de Jesus da Conceição foram resgatados ainda com vida por equipes do Corpo de Bombeiros, mas não resistiram aos ferimentos e morreram.

As vítimas eram funcionários da empresa Ero Construções e Engenharia Ltda., contratada pela Prefeitura de Porto Seguro para a execução das obras de implantação do sistema de drenagem pluvial em Arraial d’Ajuda. Segundo apurações preliminares, os dois atuavam na escavação de uma vala e ficaram soterrados a cerca de sete metros de profundidade.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.