Tempo de leitura: < 1 minuto

O secretário de Turismo da Bahia, Maurício Bacelar, avalia que a requalificação da Estrada do Chocolate, reativa nesta quinta-feira (21), é um trunfo para o turismo na Costa do Cacau. Além dos serviços na recuperação da pista, o trecho de 45 quilômetros da rodovia Ilhéus-Uruçuca (BA-262) ganhou nova sinalização turística, integrada ao roteiro de visitação a fazendas de cacau e fábricas de chocolate.

“As intervenções estruturantes do Governo do Estado, na Costa do Cacau e outras regiões, têm contribuído para o crescimento do turismo da Bahia, que já alcança índices superiores ao período pré-pandemia, o único estado do Nordeste a conseguir essa marca. Nossos indicadores apontam que continuamos na rota do crescimento”, declarou Maurício.

Marco da Estrada do Chocolate, em Ilhéus || Foto Daniel Meira/Setur

O secretário e representantes do trade visitaram a centenária fazenda Capela Velha, onde os turistas podem conhecer a história do cacau e todo o processo da lavoura do fruto, desde o plantio à secagem das amêndoas, usadas na produção do chocolate, que sai da fábrica instalada na própria fazenda.

VIVA TURISMO BAHIA

Nesta sexta-feira (22), em Itacaré, a Secretaria Estadual de Turismo (Setur-BA) promove ações do plano Viva Turismo Bahia, que atua nas áreas de segurança sanitária, infraestrutura, capacitação, qualificação e divulgação dos destinos. Para contemplar os municípios turísticos da Costa do Cacau, a pasta firmou parcerias com o Sebrae, Banco do Nordeste, Desenbahia e UFBA.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.