Cida Aguilar, da Pousada Pedra Torta, em Itacaré, faturou o prêmio nacional em 2017 || Foto Divulgação
Tempo de leitura: 2 minutos

Nanci Macedo

Há 19 anos, o Prêmio Sebrae Mulher de Negócios reconhece histórias de empreendedoras que inspiram e busca incentivar e contribuir para a profissionalização do empreendedorismo feminino. Em 2017, a vencedora nacional foi a empresária de Itacaré, Cida Aguilar, na categoria Pequenos Negócios (relembre aqui).

Cida concorreu com outras 27 empresárias de todo país. Ela destaca o reconhecimento e a oportunidade de incentivar outras mulheres por meio de sua história. “Além de reconhecimento oficial, que honrou a minha trajetória, pude contar a minha história e inspirar outras mulheres a seguir um caminho empreendedor com profissionalismo”, conta.

A empresária revelou que, desde criança, sempre gostou de desafios. Cida já atuou como vendedora de roupas e automóveis, e consolidou seu próprio negócio, junto com o companheiro, no ramo da hotelaria com a Pousada Ecológica Pedra Torta, localizada em Itacaré, no sul da Bahia. Ela revelou ainda que sempre buscou a consultoria e apoio do Sebrae.

Pousada Pedra Torta, da vencedora Aparecida Aguilar || Foto Divulgação

“Fomos pioneiros na cidade com as parcerias do Senac e Sebrae. Fizemos cursos na área de marketing, alimentos seguros, atendimento a clientes, entre outros. Temos uma gestão muito organizada, com missão, visão e valores definidos. Trabalhamos com um serviço de qualidade e valorizamos as pessoas. Não é fácil empreender no Brasil, sobretudo quando buscamos implementar um modelo de excelência. É mais desafiante ainda”, contou.

INSCRIÇÕES ABERTAS

O Prêmio Sebrae Mulher de Negócios 2022 prorrogou as inscrições até o dia 31 de julho. Podem participar, gratuitamente, mulheres de todo o Estado maiores de 18 anos, proprietárias de pequenos negócios, microempresas ou microempreendedoras individuais (MEI) e produtoras rurais que possuam inscrição estadual de produtor, número do Imóvel Rural na Receita Federal (NIRF) ou declaração de aptidão (DAP) ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) ou que explorem atividade pesqueira e possuam registro no Ministério da Pesca.

As inscrições podem ser feitas por esse link. A competição tem um histórico de grandes aprendizados e trocas de conhecimento entre mulheres do todo o Brasil. Além das premiações, que incluem capacitações, viagens, tablets, celulares, divulgações, mentorias e networking, as histórias podem inspirar diversas outras mulheres a entrarem para o mundo do empreendedorismo.

Uma resposta

  1. Gostaria muito de participar, sou uma empreendedora nata, porém tenho dificuldade de me estabelecer apenas em um seguimento., Estou sempre em busca de novas possibilidades, porém…em seguimentos diferentes acredito que isso me atrapalha muito. Essa parcerias tem ajudado muitas empreendedores em especial nós mulheres ,que nós últimos tempos temos avançado muito no mercado como empreendedora.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.