Rui afirma que deseja ajudar o país, se Lula vencer eleição
Tempo de leitura: < 1 minuto

Perto de deixar o Palácio de Ondina, o governador Rui Costa (PT) disse, pela primeira vez, que considera a possibilidade de contribuir com eventual terceiro mandato de Luiz Inácio Lula da Silva, caso o ex-presidente vença a eleição deste domingo (30).

Rui falou sobre o assunto em entrevista à Rádio Metrópole, de Salvador, nesta quinta-feira (27), ao responder se estaria disposto a se candidatar a prefeito de Salvador em 2024.

– Não tô considerando isso [ser candidato a prefeito da capital]. Nem acabei o governo ainda. O que eu considero, eventualmente, é poder ajudar num desafio nacional, se o presidente [Lula] assim entender e convidar para alguma função pública que eu possa contribuir – declarou.

O MINISTÉRIO DE RUI

Rui Costa é formado em Economia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e, no Governo do Estado, conciliou equilíbrio fiscal com o segundo maior volume de investimentos dos estados brasileiros, atrás apenas de São Paulo, de acordo com a Secretaria do Tesouro Nacional. A gestão também expandiu as parcerias público-privadas e reduziu despesas de custeio.

As credenciais de Rui já suscitaram especulações sobre sua possível ida para o Ministério da Economia. Hoje, com a diversidade de interesses contidos na aliança de 16 partidos que apoiam Lula, essa possibilidade parece menos provável.

Os ministérios da Infraestrutura e de Desenvolvimento Regional também são cobiçados e afeitos ao perfil do governador baiano, que não deu detalhes sobre como ou em qual função gostaria de atuar, se o ex-presidente voltar ao Palácio do Planalto e convocá-lo para uma missão em Brasília.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.