Jerônimo com esposa e filho durante a comemoração pela vitória no Rio Vermelho, em Salvador
Tempo de leitura: < 1 minuto

O governador eleito da Bahia, Jerônimo Rodrigues (PT), prometeu iniciar o período de transição ainda nesta segunda-feira (31), menos de 24 horas após decretada a sua vitória na corrida ao Palácio de Ondina. Ele explicou que se trata de um governo de continuidade,

– A gente vai ter transição, vai ter mudança. E vamos querer avançar para melhor. Vamos anunciar e dialogar com vocês o formato e vamos participar de reunião de transição com o presidente Lula. Ele já anunciou que vai querer ouvir governadores atuais e os eleitos – afirmou.

Antes, Jerônimo agradeceu a votação obtida neste domingo (30), quando saiu das urnas com mais de 52,7% dos votos válidos, batendo o favoritíssimo ACM Neto (UB). “Minha palavra aqui é de gratidão, de agradecimento. E minha palavra que orienta toda minha transição e os próximos quatros anos de governo, ao lado de Geraldinho, é avançar”.

Ao lado de Geraldo Júnior (MDB), seu vice, ele prometeu trabalhar no avanço nas políticas de saúde, de educação, de estradas, cultura e de juventude. “As pessoas que apostaram nesse projeto terão orgulho de ajudar a gente a governar. E aquelas pessoas que não votaram no 13, a partir de hoje passa-se uma esponja nos votos. Eleição serve para isso, um grande debate de projetos da Bahia e os nossos continuarão”.

MELHOR QUE GOVERNO RUI

Ainda na comemoração no Rio Vermelho, em Salvador, Jerônimo falou da possibilidade de fazer um governo melhor do que o seu futuro antecessor e padrinho político, Rui Costa. “Não é disputa. É humildade, porque estou pegando um estado que teve dois bons governadores e estou pegando uma parceria com Lula”, afirmou, sem deixar de cutucar Jair Bolsonaro. “O atual presidente desmanchou muita coisa”.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.