Para Nazal, Prefeitura não deu apoio suficiente à contagem da população || Foto JBO
Tempo de leitura: < 1 minuto

O ex-vice-prefeito José Nazal (Rede) voltou a chamar atenção para a importância de uma contagem fidedigna no Censo 2022, para que o município de Ilhéus não perca recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O risco de prejuízo é da casa dos milhões.

Até o fim da tarde desta quarta-feira (23), a contagem estava em 141.350 habitantes. Para evitar o rebaixamento do índice do FPM de 4.0 para 3.8, Ilhéus precisa ter 156.216 moradores identificados no Censo 2022, segundo Nazal. “Para tanto, será preciso coletar dados de 5.506 domicílios e contar no mínimo 14.866 pessoas. Isso em 10 dias e com apenas 80 recenseadores”, complementou o memorialista.

Na avaliação dele, a Prefeitura de Ilhéus deu muito ênfase à dificuldades enfrentadas pelos recenseadores por uma suposta falta de receptividade da população. “Na verdade, o número de recusa não é o grande entrave. Vários são os problemas para a realização do Censo (em todo território nacional), aliados ao descaso que o município de Ilhéus (através do governo), que colaborou muito pouco com a coleta”, disparou.

Como as coletas dos dados será encerrada em dezembro e, por enquanto, não há perspectiva de novo adiamento, Nazal acredita que o município deverá buscar a Justiça para não perder recursos do FPM, caso não alcance a marca de 156.216 habitantes.

Ontem (23), o vice-prefeito Bebeto Galvão (PSB) afirmou que o Governo Marão assegura apoio ao trabalho do IBGE. “A Prefeitura dará toda a logística para que os recenseadores tenham os instrumentos necessários e possam acelerar esse processo. Todas as secretarias prestarão auxílio no que for demandado”, declarou.

Uma resposta

  1. Aqui na rua santarém e na avenida itabuna ninguém apareceu por aqui… Mário Alexandre já conseguiu o que queria, eleger sua esposa… fica a dica!!!! Estamos vivendo um transtorno porque esta rua foi retirada o calçamento e desde agosto estão cavando revirando o barro e nada de asfalto…

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.