Freios exigem cuidado e manutenção constantes
Tempo de leitura: 2 minutos
Ícaro Mota é consultor automotivo

Praticamente todo motorista já ouviu falar em pastilhas de freio. Todo carro tem. Porém, são poucos os modelos que possuem esse item nas quatro rodas.

A maioria só tem na parte dianteira. E a maioria usa sapata de freio na parte traseira dos carros, principalmente os veículos “populares”. É uma peça pouco conhecida pela população, e tem a mesma importância das pastilhas de freio, pois ambas têm a função de diminuir a velocidade e parar o carro.

É interessante que o motorista entenda tal importância e tenha o hábito de pedir que o seu mecânico verifique essa peça que é um item de desgaste. Ou seja, quanto mais usa, mais gasta. O desgaste começa a partir do momento em que o pedal de freio é acionado.

Normalmente, para veículos de passeio, ela tem vida média útil de 100 mil quilômetros. Claro que varia de motorista para motorista, mas essa é uma média legal para abrir verificação.

Caso esteja boa, um bom mecânico consegue se basear em quantos quilômetros você precisará fazer nova vistoria. Caso ela esteja bem desgastada, já faz a troca imediata.

A sapata trabalha em conjunto de atrito ao tambor de freio. Quando há desgaste excessivo, ela acaba danificando o tambor, e isso lhe trará mais custo e mais riscos pela diminuição de eficácia ao frear.

Ícaro Mota é consultor automotivo e diretor da I´CAR. A coluna é publicada às sextas-feiras.

Clique e confira mais no Instagram.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.