Pancada na cabeça causou a morte do empresário Janilson Mascarenhas, segundo laudo || Foto redes sociais
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Marinha do Brasil abrirá inquérito para investigar as causas e circunstâncias do acidente que vitimou o empresário Janilson Dias Mascarenhas, nas proximidades da Ilha do Goió, em Maraú. O empresário faleceu no início da tarde deste sábado (10).

Mascarenhas pilotava uma moto aquática (jet ski), quando se afogou ao cair da embarcação. O empresário sofreu uma pancada na região frontal da cabeça, o que teria causado o afogamento. Janilson era dono de rede de supermercados e hortifrúti em Itabuna e outros municípios do sul e sudoeste da Bahia.

Ainda segundo a Marina, militares da Delegacia da Capitania dos Portos de Ilhéus que realizavam inspeção naval na Baía de Camamu se dirigiram ao local do acidente ao serem informados do ocorrido. Lá, constataram que a vítima havia sido resgatada pela embarcação Atthena.

SOCORRO

O empresário chegou a ser transferido para a embarcação Dourado, da Delegacia da Capitania, onde foram prestados os primeiros socorros, conforme a Marinha. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e prestou atendimento ainda no cais de Camamu, porém a equipe, após manobras de ressuscitação, constatou o óbito do empresário.

A Marinha do Brasil emitiu nota sobre o acidente. “A MB lamenta o ocorrido e se solidariza com os familiares da vítima”. O corpo de Janilson será sepultado na tarde deste domingo (11), em Poções, no sudoeste.

Dono de rede de supermercados no sul da Bahia morre durante passeio de lancha || Foto redes sociais
Tempo de leitura: < 1 minuto

O proprietário de uma rede de supermercados e outros estabelecimentos comerciais em Itabuna, Buerarema e outras cidades do sul e sudoeste da Bahia morreu na tarde deste sábado (10). O empresário Janilson Dias Mascarenhas teria passado mal durante um passeio na Baía de Camamu, no baixo sul do estado. Ele teria sofrido um infarto fulminante, mas foi aberta investigação para apurar acidente que causou a morte de Mascarenhas.

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram um profissional do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) tentando reanimar Janilson Mascarenhas, ainda numa lancha. O empresário não responde às manobras. Depois que o profissional constata que não há mais o que fazer, uma mulher, desesperada, também tenta reanimar a vítima, sem sucesso.

O empresário era proprietários de vários estabelecimentos em Itabuna, principalmente na Avenida Amélia Amado e bairro Santo Antônio. O corpo do empresário será sepultado às 17h deste domingo (11), em Poções. O empresário nasceu na cidade do sudoeste da Bahia. Ainda não foi informado o local do velório.

Aeronave transportava 13 pessoas para plataforma da Petrobras
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um homem morreu e outras doze pessoas ficaram feridas após o helicóptero que os transportava fazer um pouso forçado na Baía de Camamu, no baixo-sul do estado, na manhã desta quarta-feira (16). A serviço da Petrobras, a aeronave saiu de Salvador em direção à plataforma de Manati.

A Petrobras confirmou, em nota, o falecimento do homem, cujo nome não foi divulgado. O comunicado também não informa se a vítima trabalhava para a estatal ou empresa terceirizada.

O helicóptero viajava com treze pessoas e teve uma pane. As outras doze vítimas sofreram ferimentos leves, segundo a Petrobras, e foram levadas para hospitais de Salvador. O Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer) ajudou no resgate. Confira a nota da empresa, abaixo:

A Petrobras lamenta informar que, na manhã desta quarta-feira (16/3), após pouso de emergência no mar de um helicóptero que se deslocava de Salvador para a plataforma de Manati, na Baía de Camamu, na Bahia, um tripulante da aeronave veio a óbito, após resgate por embarcação próxima. Outras 12 pessoas que estavam na aeronave também foram resgatadas com ferimentos leves e levadas para receber atendimento médico em Salvador. Os órgãos competentes já foram comunicados. Uma comissão será formada para apurar as causas do incidente.