Tempo de leitura: < 1 minuto

As obras do Gasoduto Cacimbas-Catu (Gascac) entram na fase final no sul da Bahia e as demissões começam a ‘pipocar’. Ontem, a GDK Engenharia demitiu 1.254 operários, segundo o Diário Bahia. As demissões ocorreram, em maior número, no município de Coaraci, onde a construtora montou o canteiro central da obra.

Nos próximos dias, outra leva de grandes demissões é esperada nas demais construtoras que integram o consórcio para construção do gasoduto, dentre elas a Bueno, em Itabuna, que emprega cerca de 1.500 trabalhadores. O sindicato dos trabalhadores em construção pesada, o Sintepav, não quis se pronunciar sobre as demissões.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Do blog do Thame

Durante a visita a Coaraci, neste sábado, o governador Jaques Wagner confirmou que a rodovia Ilhéus-Itabuna será mesmo duplicada. “É um compromisso que tenho com a população das duas cidades”, disse.

Embora sem citar a data do início das obras, Wagner revelou que a duplicação será um dos presentes do Centenário de Itabuna.

Como Itabuna faz 100 anos em 2010, conclui-se que…

Sobre a duplicação, leia post abaixo.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Na visita a Coaraci, no sul da Bahia, o governador Jaques Wagner adotou tom messiânico e defendeu a sua política de alianças que tem atraído ex-carlistas para o governo e, provavelmente, o palanque eleitoral em 2010.

Os críticos internos, diz Wagner, têm de entender que não há outro caminho para vencer o pleito de outubro do próximo ano se não for através da construção de alianças. “Sigo o exemplo do presidente Lula”, observou.

No palanque oficial deste sábado, em Coaraci, estava um dos críticos ferozes desta aliança, o deputado federal Geraldo Simões – que estava bem tranquilo e conversou naturalmente com o governador.

Dentre os “ex-carlistas” no governo de Wagner estão os secretários estaduais Roberto Muniz (agricultura) e João Leão (infraestrutura). Também neste sábado, uma das surpresas políticas foi a declaração pública de voto do deputado federal Félix Mendonça (DEM), que anunciou ir de Wagner em 2010.

Wagner esteve em Coaraci para inaugurar uma unidade ‘compacta’ do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC), a biblioteca pública Antônio Ribeiro Santiago, a reforma da praça Pedro Procópio e a passarela Alcebíades Sales. Além disso, também foram entregues títulos de terra e anunciada a reforma do Hospital Geral de Coaraci, que passa a ser administrado pelo município.

Tempo de leitura: < 1 minuto

A polícia ainda não conseguiu recapturar nenhum dos 12 detentos que fugiram da cadeia pública de Coaraci, no sul da Bahia, na madrugada desta segunda-feira. Eles fugiram após serrar o gradeado de uma das celas.

O delegado Fábio Simões descartou a possibilidade de facilitação por parte da carceragem. Esta é a segunda fuga na cadeia do município em três meses. A última ocorreu no dia 11 de julho (confira), quando 22 detentos “reconquistaram” a liberdade.

Dos 22 fugitivos de julho, a polícia recapturou apenas quatro, dois deles acusados de matar o universitário Kléber Trancoso. O assassinato ocorreu numa ação em que a dupla roubou um malote do Bradesco, na estrada Coaraci-Almadina. Com informações do blog XilindróWeb.