Azul vai operar mais três rotas ligando interior da Bahia a Recife e Belo Horizonte
Tempo de leitura: < 1 minuto

O interior da Bahia ganhou mais três rotas da companhia Azul Linhas Aéreas. Feira de Santana e Paulo Afonso receberão voos de Recife (PE), enquanto Lençóis, de Belo Horizonte (MG). A venda de passagens ligando estes destinos começou, nesta terça-feira (13), pelo site da empresa. As frequências de voos foram definidas em reunião entre a Secretaria de Turismo do Estado (Setur-BA) e a companhia.

Com aumento de pousos e decolagens, Feira de Santana, na zona turística Caminhos do Sertão, passa a receber cinco voos semanais de Recife (segunda, quarta, sexta, sábado e domingo). Paulo Afonso, na zona Lagos e Cânions do São Francisco, ganhou voos partindo de Recife, três vezes por semana (terça, quinta e domingo).

Lençóis, na Chapada Diamantina, ganhou uma nova opção para os mineiros que pretendem visitar a região, com três linhas semanais partindo do aeroporto de Confins, em Belo Horizonte.

“Mesmo com o estímulo do Estado da Bahia, com a isenção do ICMS sobre o querosene de aviação e a construção e requalificação de aeroportos, o avião não pode viajar vazio. Essas regiões têm uma demanda muito alta para os destinos onde serão instalados esses voos”, observou o secretário do Turismo, Maurício Bacellar.

De acordo com o Governo do Estado, nos últimos anos, foram investidos mais de R$ 152 milhões com recuperação das pistas de pouso e decolagem, taxiway, cercas, sinalização e instalação de equipamentos de navegação. O Aeroporto Jorge Amado, administrado em regime de concessão pela Socicam, está entre os equipamentos com obras em andamento.

Wyndham está presente em várias cidades brasileiras, a exemplo de Gramado || Imagem Trivago
Tempo de leitura: < 1 minuto

A rede hoteleira Wyndham iniciou prospecção para operar e franquear marcas do grupo na Bahia. Ontem (9), duas executivas do grupo se reuniram com o secretário estadual de Turismo, Maurício Bacelar, em Salvador, acompanhadas do presidente regional da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih-BA), Luciano Lopes.

“Pretendemos operar e franquear marcas hoteleiras no estado. A parceria do poder público com a iniciativa privada é fundamental para o fortalecimento do turismo”, declarou a vice-presidente de Desenvolvimento de Negócios para a América Latina e Caribe da Wyndham, Maria Carolina Pinheiro.

Executivas do Wyndham em audiência com o titular da Setur-BA || Foto Divulgação
O secretário Maurício Bacelar diz que a Bahia está pronta para receber novos investimentos estrangeiros, o que é confirmado pelo interesse revelado pelas executivas do Wyndham. A rede foi fundada nos Estados Unidos em 1981 e atualmente possui mais de nove mil hotéis espalhados pelo mundo, inclusive no Brasil.