Tempo de leitura: < 1 minuto

A Prefeitura de Itacaré está falida e mal-paga. Segundo informações do secretário de finanças do município, Rosivaldo Bispo, somente o debito com a Previdência é de aproximadamente R$ 12 milhões. O governo vai tentar renegociar o pepino para não ficar impossibilitada de firmar convênios.
Há outros problemas.
Por falta de prestação de contas ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), no ano passado, a Prefeitura corre o risco de ter que devolver um ônibus entregue recentemente pelo Ministério da Educação.
Bispo, que também é vice-prefeito, reclama e diz que faltou responsabilidade ao grupo que deixou o governo no dia 1º de janeiro. “Os débitos só foram descobertos após a posse do atual prefeito, não houve processo de transição”, chora.
A situação é feia, mas o prefeito Antônio de Anízio promete fazer de tudo para tirar Itacaré da lista de inadimplentes do Cadastro Único de Convênios (Cauc).

5 respostas

  1. Se houvesse seriedade na administração pública e leis duras para punir ex-dirigentes de cidades que não pagam os funcionários públicos, assim como as despesas que teriam que deixar quitadas, muita “gente boa”, inclusive vários ex-Prefeitos de Itabuna e cia ltda, de 1980 para cá, sem exceção, já estariam vendo o sol nascer quadrado, mas o mau exemplo começa pelo próprio Governo Federal, que não repassa sequer as verbas do PSF às Prefeituras e ainda ficam cobrando as coisas, …!!!
    Políticos, tal qual drogas, tô fora, …!!!
    Ô raça, …!!!

  2. Governo nao repassando verbas? Procure ver se a Prefeitura faz Juz. Para ter direito as verbas do governo tem que cumprir certas obrigacoes……

  3. Não estou falando apenas de Itabuna, mas muitas outras cidades. O programa está atrasando as verbas em muuitos lugares. Será que todos eles também estão sem fazer jus, e os funcionários (que têm família, compromissos) é que devem pagar pela irresponsabilidade dos políticos? Alguém acha isso justo, …???
    Ou será que com a crise, a baixa na arrecadação, os programas federais, tão necessários, estão murchando, …?!?!?!

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.