Tempo de leitura: < 1 minuto

Acidente com carreta bitrem interditou BR-101 (foto Hugo Santos)
Acidente com carreta bitrem interditou BR-101 (foto Hugo Santos)

O trecho Itapebi-Camacan da BR-101 finalmente foi liberado para tráfego, hoje à tarde, praticamente 24 horas depois do acidente que matou o motorista de uma carreta bitrem. O veículo levava 90 mil litros de álcool combustível e tombou próximo ao córrego Cariri, do Rio Jequitinhonha, em Itapebi.
Quem passava pelo local logo após o acidente, ficou praticamente 24 horas esperando até que a carreta e os vestígios de álcool fossem removidos da pista.
O designer gráfico Matheus Vital saiu de Itabuna para curtir o carnaval em Porto Seguro.Ele conta que ficou mais de 14 horas em São João do Paraíso (Mascote) aguardando a liberação da pista.
Matheus saiu à 1h30min da manhã de Itabuna e só conseguiu chegar às 19h de hoje em Porto. Segundo descreveu, mais de 50 ônibus ficaram retidos no distrito por conta da interdição do trecho da rodovia.
A pista começou a ser liberada depois do meio dia desta sexta. Quem pegou logo a estrada, precisou de muita paciência. O congestionamento era superior a 10 quilômetros e causou lentidão.

Uma resposta

  1. O governo do estado fez um concurso para 3200 vagas, porem o tripulo de pessoas foram classificadas, porem foram chamados só os 3200, no qual 20% a 30% foram eliminados na outra fase.
    Porem, quando estava havendo treinamento, o Governo do Estado poderia convocar os candidatos habilitado para o treinamento em quanto era preparado outro concurso, já que todo concurso tem um prazo legal de 02 anos prorrogável para mais 02.
    O que aconteceu em ilhéus é o reflexo de uma falta de política de segurança no Estado da Bahia, os Policiais foram deslocados para Salvador, e a violência que já é uma constante na capital agora atingir o interior. Isso só é o inicio!
    Foi o unico concurso que não chamou uma segunda turma, causando desconfiança em candidatos, prova disso foi a prorrogação por 02 vezes do concurso por falta de procura.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.