Tempo de leitura: < 1 minuto

Aldemir é acusado de atrapalhar investigação.
Aldemir é acusado de atrapalhar investigação sobre morte de Naya.

A delegada Adriana Paternostro, da delegacia de proteção ao turista, marcou para a próxima sexta-feira, 27, a tomada de depoimento dos médicos Jorge Viana e Aldemir Almeida.
Os dois são acusados de dificultar o trabalho da polícia na investigação sobre as causas da morte do político e empresário Sérgio Naya, na sexta, 20, no hotel Jardim Atlântico em Ilhéus.
Eles removeram o corpo de Naya do local em que, supostamente, o empresário teria sido encontrado morto. Viana era amigo do empresário e teria chamado Aldemir, que também é vereador e perito em Ilhéus, para fazer o trabalho de levantamento cadavérico.
O trabalho foi feito sem que houvesse autorização de algum delegado. Funcionários do hotel, amigos e o motorista de Naya já foram ouvidos. Como revelou o Pimenta, a atitude de Aldemir causou irritação na cúpula da polícia técnica baiana (confira).
Os laudos toxicológicos e de anatomia patológica serão entregues até o final da próxima semana. Conforme o médico legista Fernando Cruz, do DPT de Itabuna, o trabalho da perícia foi prejudicado pela remoção do corpo de Naya sem que fossem seguidos os procedimentos de praxe.

6 respostas

  1. A grande dúvida é:
    Foi imperícia (resultado de incompetência) ou foi de propósito (com o escopo de esconder algum detalhe), …?!?!?!
    Só o tempo dirá, …!!!

  2. A câmara de vereadores deve ter deixado o referido médico bem inteligente, ao ponto de não precisar fazer nada para ganhar no fim do mês.
    Removeu o corpo pq não achou indícios de violência.
    Veneno tá liberado!!!
    É um doutor mesmo, em B a Bá.

  3. Quando envolve um sujeito como Sergio Naya, tudo é possivel, até o perito nao fazer pericia………rsrsrsrsrsrsrsrs

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.