Tempo de leitura: < 1 minuto

Grande parte dos deputados federais está desesperada com a abertura das notas fiscais usadas para justificar gastos com a verba indenizatória. O temor é que em abril junto com a transparência venha uma maré de denúncias contra parlamentares e que, consequentemente, alguém consiga que o Supremo obrigue a Câmara a abrir as notas antigas. Um parlamentar com grande trânsito sobretudo no baixo clero dimensiona: “Se isso acontecer, vai ser muito pior que o mensalão. Vai sobrar pouco”, explica.
Do blog Radar On-line

2 respostas

  1. E no Senado, que pagaram horas extras, em quantidade recorde, em pleno recesso do mês de fevereiro, …?!?!?!
    Coisas do “Brasil”, …!!!

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.