Tempo de leitura: < 1 minuto

Anderson Rios de Lima, o Alex Mascate,  foi condenado a cumprir pena total de 36 anos pela chacina da Califórnia, crime ocorrido há dois anos em Itabuna. O julgamento foi encerrado há pouco. A pena será cumprida no Conjunto Penal de Itabuna.
Em 2 de março de 2007, ele matou Wilton Lopes Ferreira, Maria Margarida da Silva e a sogra Idália Alves Reis. ‘Mascate’ teria ido ao local, uma “avenida”, para se vingar de uma ex-cliente conhecida como “Mundinha”.
O assassino não encontrou o alvo e acabou matando quem encontrou pela frente. Fugiu após o crime, mas um sobrevivente da chacina, o menino Emerson Raimundo, o identificou através de fotos.
O autor da chacina foi preso em Minas Gerais, ano passado, após assaltar uma padaria, e foi trazido para Itabuna.

Uma resposta

  1. Os advogados do acusado invocaram tanto Deus no julgamento que eu achei que os jurados iriam chorar e absolvê-lo. Falaram do cara como se ele fosse santo e não fosse capaz de provocar uma chacina daquelas… A culpa foi nas drogas… Será que se esse cara matasse os parentes dos advogados, eles diriam isso?

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.