Tempo de leitura: < 1 minuto

Ex-secretário de Finanças no terceiro mandato de Fernando Gomes na Prefeitura de Itabuna, o advogado Orlando Filgueiras anda de olho gordo pra cima de Juliana Burgos, que esbanja competência para exercer o cargo de procuradora-geral do município, mas é prejudicada pelo DNA (o pai, Carlos Burgos, é secretário muncipal da Fazenda).
Atento ao bafafá em torno da confirmação de Juliana no cargo, que depende da Câmara de Vereadores, Filgueiras fez chegar aos ouvidos do prefeito que com ele não haveria empecilhos à aprovação no legislativo.
Resta saber de onde o sabido tira toda essa certeza.

4 respostas

  1. Não sei quem é o autor desta matéria. Mas gostaria de saber aonde ele encontrou este exagero de competência da Drª Burgos na Procuradoria. Até o momento quais os seus grandes feitos para atribuição de tanta competência. Acredito que a avaliação da Câmara no que se refere ao nome da Drª não é apenas pelo fato de ser filha de quem é, mas a preocupação também é se ela está apta a assumir um cargo tão importante no Município. E pelo o que se sabe, a Drª até aqui nunca assumiu nenhum cargo de tamanha relevância que justifique o autor da matéria a colocar num nível de competência exagerado.
    Quanto ao Dr. Orlando Filgueiras, quem ouviu o mesmo externar que deseja o cargo?
    Realmente, a imprensa é um meio de comunicação espetacular. Fala-se de mentiras como se estivesse falando da mais pura verdade.
    Só lendo e vendo muito pra crer…

  2. Ah páraaaaaaaaaa com issooooooooooooo!!!! Competênciaaaa??? Só se for pra desfilar os modelitos na Prefeitura!!!Isso eh até uma ofensa a classe!!! Até pq ela só eh “famosaaaaa” por causa do sobrenome q carrega nas costas!!! Q experiência essa pessoa têm q eu nunca ouvi falar, a não ser qndo o pai a carrega? hahaha Adorooooooooooo essas matérias pagas, pq pelo menos me fazem rir, em meio de tanta tragédia q vive a “nossa” cidade!!!

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.