Tempo de leitura: < 1 minuto

De acordo com o site O Tabuleiro, o prefeito de Ilhéus, Newton Lima, promoveu uma lambança que resultou em prejuízo de R$ 2 milhões aos cofres do município.
A história começou com o ex-prefeito Valderico Reis, que transferiu as contas-salário de parte dos servidores para o Banco Itaú. Com a cassação de Valderico, Newton – então vice – assumiu e, pouco antes de outubro do ano passado, determinou que as contas mudassem de volta para o Banco do Brasil.
Diz o site que estava prevista multa de R$ 2 milhões pela quebra de contrato da Prefeitura com o Itaú e faltavam apenas seis meses para o vencimento do acordo com o banco. Mas Newton não quis esperar – fechou com o BB e o povão pagou a despesa.
Em tempos de vacas magérrimas nos municípios, é no mínimo estranho tal esbanjamento…

2 respostas

  1. eu poucas vezes concordo com atitudes do newton, mas desta vez vou ter que concordar com ele. há uma lei que obriga a transferencia de todas as contas publicas para bancos do Estado e ele apenas fez cumprir a lei. bem diferente de itabuna, que até hoje amarga o real que ninguem quer

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.