Tempo de leitura: < 1 minuto

Os mais de 150 agentes penitenciários e servidores do Conjunto Penal de Itabuna encontram-se há dois meses sem salários. Contratados pela empresa terceirizada Yumatã, eles reclamam que apenas receberam um vale de R$ 200,00 da empresa no início deste mês. Devido ao atraso de salário, só metade dos servidores comparece ao trabalho regularmente. A Yumatã culpa o governo do estado pelos atrasos.

5 respostas

  1. Isso é assim mesmo:
    Muitas bravatas, muito blá, blá, blá, mas não pagam a ninguém. E se trata do básico. Assim é o “modus operandi” dos Governos Estadual e Federal. O pessoal do PSF, da saúde, que o diga, por aí a fora, …!!!
    Agora haja promessas de pontes enormes, ferrovias continentais, obras faraônicas, …!!!
    E os capicongos, sendo “otimistas”, acreditando, …!!!
    Confiar em políticos, como eu já disse várias vezes, é tal qual jogar pauzinho por telefone.
    Se ele disser que nas mãos dele, no outro lado da linha, há dois pauzinhos, você acredita, …?!?!?!
    Se sim, é um bobo assumido, …!!!

  2. Terceirizar os serviços penitenciarios é uma forma do Governo do Estado deixar de desempenhar realmente suas funções.
    Contrata-se empresas terceirizadas que além de remunerar com baixos salários seus funcionários, atrasam o pagamento, alegando não-repasse das verbas pelo governo do Estado.
    Conta outra Empresa YUMATÃ!
    Sabe-se que toda empresa tem que operar com CAPITAL DE GIRO, o que permite pagar seus funcionários em caso de atraso de repasse.
    Só para se ver o absurdo dessa técnica de terceirização do serviço penitenciário, compare os sala´rios pagos aqui na BAHIA DE TODOS NÒS:
    Salário pago pela Empresa terceirizada YUMATÃ:
    Agente Penitenciário- R$ 600,00 a 800,00(Conjunto Penal de Itabuna)
    Salário pago pelo Governo do Estado:
    Agente Penitenciário- R$ 1250,00 a 1700,00(Presídio de Ilhéus)
    QUEM SERÁ QUE GANHA COM ISSO?
    A QUEM PERTENCE MESMO ESSA EMPRESA YUMATÃ?

  3. Maurício empresa privada tem que obter lucro sim, o que ocorre é que o governo do estado faz a estatístiscas do seu equilíbiro orçamentário jogando contas de um mes para o outro.
    Esse é o governo Wagareza, lento e irresponsável, que se nega a fazer concurso, beneficiando apadrinhados com indicações de emprego.
    Se fosse para o governo pagar R$1.200,00 de sálario a um agente, o que é pouco, não precisaria contratar uma terceirizada, uma forma de pagar menos e indicar quem deve trabalhar naquele local sem nem verificar a ficha de atecedentes.

  4. Se tem um culpado nesse negócio aí chama-se: Governo do Estado. Quando se fala em fazer concurso público, é mesmo que dar um tapa na cara deles, ou seja, eles querem é esse tipo de coisa aí mesmo.

  5. é. realmente essa situaçao de terceirizaçao nos presidios havendo atraso de salarios é fffffffffffffffff.desse jeito se o funcionario nao for honesto e de boa conduta termina se corrompendo com as propostas de merda por parte dos cumpridores de medidas.mas isso vai mudar .temos que ter fé em alguma coisa tá .valeu fui galera.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.