Tempo de leitura: 2 minutos

Areais como o Jurumeira devastam vegetação especial em Ilhéus.
Areais como o Jurumeira devastam vegetação especial em Ilhéus.

Lavras de areais e barro causam um rastro de destruição ao meio ambiente em Ilhéus. O município possui seis areais, todos embargados pelo Ibama. Quatro funcionam sustentados em liminares judiciais ou se aproveitam de falhas ou deficiências na fiscalização feita por órgãos ambientais.
Um desses exemplos está localizado no quilômetro 10 da rodovia Ilhéus-Una. Do lado direito da pista, dois quilômetros e meio mata adentro, dunas com vegetação herbácea e arbustiva endêmica são destruídas. Especialistas afirmam tratar-se de um bioma pouco conhecido. A sua preservação é ameaçada pela exploração ilegal feita pelo areal Jurumeira.
A área está altamente comprometida pelo elevado nível de erosão do solo, como comprovam as fotos. A informação de ambientalistas é de que a licença para o areal está vencida. As dunas e a vegetação são também destruídas pelo vai-e-vem de caçambas e o lançamento de entulhos e lixo industrial na estrada de acesso.
As licenças para exploração são liberadas pelo Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM). Uma equipe do órgão federal ligado ao Ministério das Minas e Energias está no sul da Bahia e a expectativa é de que o DNPM faça vistoria em todos os areais ilheenses.
A exploração de lavras de areais provocam grandes fendas em áreas de dunas.
A exploração de lavras de areais provoca grandes fendas em áreas de dunas.

8 respostas

  1. O Jurumeira pertence Nair Silveira Patury, é explorado hoje por Dra. Suzana Patury, a mesma opera há mais de 2 anos sem licenciamento. O mais complicante é que a equipe da DNPM está na região há uma semana, chefiada e coordenada por Adiel Veras que não toma nenhuma providência nesse sentido.
    Esta na hora do ministério Publico Federal entrar em ação e tentar salvar o que ainda resta.

  2. Sr. Pimenta,parabéns pela bela matéria, pensei que nunca iam tocar nesse ninho de cobras, enquanto as minorias das ONGs estão preocupadas em difamar o projeto Intermodal Porto Sul, esse bioma especial formado de restigas herbacea e arbórea vem sofrendo danos irreversíveis há mais de 30 anos. O que vêm ocorrendo tem uma parcela de culpa das instituições e dos exploradores inescrupulosos. A DNPM (Departamento Nacional de Exploração Mineral) é a responsável pela liberação da exploração da área. As exigências ambientais são cabíveis ao IBAMA e IMA (Instituto de Meio Ambiente)que são exigentes, no entanto pela falta de fiscalização intensiva os danos continuam ocorrendo.No entanto o Ibama só se preucupa em multar e embargar obras dentro da cidade e esqueçe das áreas que realmente precisa de fiscalização.
    Há alguns lugares que já estão altamente comprometidos pela exploração errada a exemplo das dunas que ficam próximo ao cururupe,e ao longo da estrada que vai a Olivença. As áreas estão comprometidas pela erosão e coloca em risco os habitantes daqueles lugares.

  3. Tem um desses que e de um pirnagueiro de itabuna, ele tem uma loja de carros… acorda Marcos… para com isso rapaz.

  4. Cuidado com o que dizem: o técnico Adiel Veras do DNPM é um profissional da mais alta competência e respeitabilidade. Não é precipitado e nem aceita pressão de quem quer que seja. Para ele, que o conheço, o que mais importa é a legislação mineral que ele segue à risca. Se ainda não tomou providências é porque o(s) caso (s) requer (em) procedimentos e trâmites legais.

  5. jurumeira , sim nos sabemos mas o guanabara que extrai 10 vezes mais que os outros e e protegido por juizes e oficiais de justica (menino de recado)o proprietario nao tem criterios em conseguir liminares e mandados de seguranca , la o estrago e bem maior muito maior, sem contar o outro de um madeireiro de itabuna considerado o maior devastador da mata atlantica.

  6. Não podem colocar rotulos quando dizem todos os areais, existem proficionais nessa area tanto quanto em qualquer tipo de mineração.O que acontece é que pessoas despreparadas acham que são mineradores e na verdade não passam de vendedores de carro ou filhinhos de papai.
    A maioria dos comentarios são feitos por donos de areais que tentam prejudica seus concorrentes. Vem com esse nome rabo da gata por favor não seja ridiculo, vai cuida da sua vida rapaz ta com inveja do tal desmatador que vc cita?

  7. O Areal Guanabara me permitio fazer uma visita a sua lavra, e pude ver como ele trata sua área de mineração, tem canteiro de mudas das mais diversas árvores da mata atlântica, usadas no reflorestamento das áreas terminadas, adubadas com esterco e cerragem comprado pelo proprietário, conservação de rios e manaciais dentro de sua área, mantem reserva legal, cumpre todos os critérios que por lei é devido. Daí a vantagem que o Guanabara leva em si preocupar com o meio ambiente que custa caro, mais tem retorno,por isso desperta tanta inveja e não acredito que as autoridades se vende tão facilmente como citou o concorrente, sei que são feitas varias visitas pelos fiscais do ibama e constatam qoe está tudo legal diante de tanta medida de preservação.Parabéns Joel voce está no caminho certo.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.