Tempo de leitura: < 1 minuto

Um locutor viveu maus-bocados ontem à noite, em Ilhéus, simplesmente porque reclamou da demora de um coletivo.
Depois de ficar uma hora de molho no ponto de ônibus, o cidadão viu chegar o “buzu” que o levaria do centro ao bairro Nelson Costa. Além dele, havia muitas outras pessoas à espera do mesmo veículo, inclusive idosos.
Depois de esperar que os passageiros mais velhos embarcassem, o locutor entrou no ônibus e se dirigiu ao motorista, em termos educados, afirmando que a situação do transporte coletivo em Ilhéus está bastante deficiente.
Foi a conta. O “motô” ficou nervoso, reclamou de uma série de problemas que atormentam sua vida, filha hospitalizada, salário baixo e não sei o que mais, e que não estava ali para ouvir queixa de Seu Ninguém.
O passageiro contemporizou. Disse que a queixa não era dirigida ao motorista, mas ao sistema de transporte da cidade, mas nada do homem se acalmar. Pelo contrário, ele ficava cada vez mais nervoso e acabou foi chamando a polícia, que chegou com uma agilidade inusitada, constrangendo o queixoso. A ele restou apenas a solidariedade dos demais passageiros, igualmente indignados.

7 respostas

  1. A meu ver, o morotista cometeu dois erros básicos:
    1. Levar a crítica pro lado pessoal: o passageiro estava reclamando do sistema público de transporte de Ilhéus, e não especificamente do motorista. Se a carapuça serviu, paciência!
    2. Negligenciar a opinião dos passageiros: não custa lembrar que todo motorista de ônibus é contratado (e pago) para transportar pessoas. Ao passageiro não interessa se o “motô” brigou com a mulher, tomou um esporro do patrão ou pagou uma multa de trânsito.

  2. eu estava no ônibus. Realmente a confusão foi grande. O motorista se estressou pq um terceiro entrou na estória. Xingou o motorista, etc..
    oresultado da briga foi; estresar todos os passgeiros, pois qdo a polícia chegou o passageiro xingador já havia descido.

  3. E só acontece essa demora,com os ônibus que vão para o bairro Nelson Costa…
    Será que nosso dinheiro é diferente dos demais???

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.