Tempo de leitura: < 1 minuto

Três homens foram parar na delegacia de polícia neste domingo (07), em Ilhéus, depois de uma farra homérica na cabana Porto Bahia, na Praia dos Milionários.
Luciano Lima de Sena, de 45 anos; José Raimundo Dantas Teixeira, 49; e um terceiro homem identificado apenas como Crispiniano chegaram por volta das 11h da manhã na cabana. Logo começaram a pedir bebidas: de cerveja a Red Label, sem se preocupar minimamente com a tal moderação.
Pouco depois de meio-dia, a fome bateu e o trio escolheu o prato mais caro do cardápio, um peixe ao molho de camarão, que sai por R$ 68,00.
Muitas garrafas de cerva e doses de uísque depois, chegou a hora de pagar a conta. Foi quando José Raimundo, que trabalha como servente de pedreiro, dirigiu-se à garçonete e informou de maneira muito singela que ele e seus amigos estavam durinhos da silva e não tinham como pagar a dolorosa, que a essa altura estava em R$ 275,00.
Como informado no início, a confusão foi parar na delegacia e só se resolveu quando o irmão de um dos envolvidos apareceu com o numerário. Com  a ajuda providencial, os três “artistas” foram liberados.

4 respostas

  1. Imagine se os credores dos serviços contratados pelo dono desta Barraca também resolvesse leva-lo para a delegacia para que ele pagasse as suas contas penduradas?
    Fica aqui o recadinho para ele e que pague logo o que deve!!

  2. Alô Toinho (Antonio Lima), que tal começar a pagar seus debitos para com os seus fornecedores. Gostaria de ser o primeiro a receber, pimenta no dos outros é refresco. Já pensou se todo mundo que tem a receber algum de vc resolvesse comer e beber na sua barraca, a fila seria grande, muito graaaaaaaaaande.

  3. hummmmmmm….a coisa xiou…. vixe…
    melhor ninguem falar mais nada se não pode dar polícia de novo no caso ou então ministério público…

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.