Tempo de leitura: < 1 minuto

Os governos estadual e federal e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) fazem a primeira consulta pública sobre a ferrovia Oeste-Leste, em Barreiras, às 10h. O evento terá a presença do governador Jaques Wagner, secretários estaduais, prefeitos e o secretário-executivo do Ministério dos Transportes, Paulo Sérgio Passos.
A extensão da ferrovia entre Barreiras e Ilhéus será de 972 quilômetros, e um total de 1,5 mil quilômetros entre os seus dois extremos, entre Figueirópolis (TO) e Ilhéus (BA). Os primeiros trechos a serem construídos serão os da Bahia, de acordo com entrevista do presidente Lula, em março (confira). A rodovia será utilizada, principalmente, para escoar a produção de minério de Caetité para o futuro Porto Sul, em Ilhéus.

7 respostas

  1. Ainda mais lero-lero??? Primeira consulta publica? quer dizer que ainda irá ter outras?? Essa historia rende facotides constantes. E a ferrovia? Quando? e o Porto-Sul?? quando?? E a duplicação da estrada? Quando?
    Até agora só tem consultas e protocolo de intenções. Ou seja: NADA!!

  2. Ô duda, democracia é assim mesmo. “Fácil” é caminho da tirania. O que mais atrasa projeto de interesse público é a má vontade das autoridades e não estes instrumentos (consultas públicas, referendos, audiências públicas, plebicitos, licenças ambientais). Participar desses processos conferem ao cidadão controle social sobre as ações do governo e dos parlamentares.É a chamada democracia direta, coisa a qual ainda não estamos acostumados. Enfim, não podemos esperar que façam pela gente e ainda façam certo. Ok?

  3. Realmente senhores. Bahia esperou 20 anos, na mão de uns 4 governos do mesmo grupo. Agora comemorar a quantidade de investimentos/obras, que o Duda citou lá acima, imaginem em apenas na primeira gestão do gov. do Wagner. Quem possui um mínimo de conhecimento do quanto leva/custa para fazer isso sabe de como funciona a ‘coisa’. O resto é politicagem.

  4. Se não tem o peixe para entregar não venda!!!
    Alguem veio na região dizer que seriam iniciadas consultas e estudos para avaliar a viabilidade da construção de uma ferrovia e um porto, de um aeroporto e a duplicação de uma estrada??? Não senhor, aqui se promete o que se sabe que não vai sair do papel.
    A duplicação da Ilheus/itabuna vem sendo prometida pelos seis ou sete ultimos governadores, e até agora nada.

  5. Nosssaaaaaaaaaaaa ninguém vai falar da UNEB(Universidade do Estado da Bahia), afinal os alunos do Campus IX em Barreiras chamaram mais atenção do que o falatório dos políticos que estavam presentes e sabem o que eles reivindicavam concurso público para professores EFETIVOS, melhoras na estrutura físicas do campus e esclarecimentos sobre a possível federalização da UNEB, e no final de tudo nem deixaram os alunos se pronuciarem. será que ninguém vai publicar isso.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.