Tempo de leitura: < 1 minuto

Quem saiu da cerimônia do Dia Internacional do Cacau “virado na vassoura-de-bruxa” foi o presidente da Amurc (Associação dos Municípios do Sul, Extremo-Sul e Sudoeste da Bahia), Moacyr Leite.
Como representante da entidade que reúne uma penca de prefeituras, Leite foi ao evento, no último domingo (09), preparado para fazer uso da palavra. Ficou devidamente posicionado junto às autoridades, mas não lhe deram  o microfone. Impaciente, ele chegou a pedir para falar, mas o cerimonial nem ligou.
O presidente voltou pra casa com cara de criança de quem roubaram o pirulito. E “retado” da vida!

3 respostas

  1. Falar o que? para quem?Os polític os que lá estiveram , falaram da Regiao , das novas pespectivas, como tb combateram os falsos indios de una, Buererema e Olivença. A AMURC até agóra nao se pronunciou sobre o assunto! Acorda Moacir!

  2. Mas se Moacyr só gosta de aparecer, trabalhar que é bom, neca. Hoje em Uruçuca ele sofreu uma derrota judicial, quando o juiz anulou a sessão em que os vereadores extinguiram o plano de cargos e salários do professor. Foi uma festa só. Dos professores municipais.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.