Tempo de leitura: < 1 minuto

HERMANO fica no cargo, decide Newton.
HERMANO fica no cargo.

Enquanto a secretária Marleide Figueiredo (saúde) entra na corda bamba, o colega Hermano Fahning fica no cargo. O prefeito Newton Lima ouviu as justificativas sobre o imbróglio dos depósitos de uma empresa de produção artística na conta bancária do secretário de turismo, e ficou convencido da inocência de Hermano.
Em 27 e 30 de junho do ano passado, a STBP Artística fez depósitos na conta do secretário de turismo, totalizando R$ 4 mil. O caso foi revelado pelo site O Tabuleiro. Ao Pimenta, Hermano disse que não houve ilícito no caso nem apropriação de recursos.
Os depósitos seriam a garantia de pagamento à vista a uma banda que se apresentou no São João de 2008. À boa vontade de Hermano, seguiu-se uma armação política que tentou desestabilizá-lo politicamente e, claro, ejetá-lo do cargo.
Tanto Hermano como Newton fuçaram e descobriram de onde partiu a denúncia. Depois do susto, o secretário estará mais atento à burocracia na coisa pública.

4 respostas

  1. Eles são todos “farinha do mesmo saco”, o Turismo de Ilhéus parado e esse cidadão continua na Secretaria, ele e espôsa na mesma Secretaria ( nepotismo ) e tudo continua na mesma..Ilhéus é uma terra sem Lei mesmo.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.