Tempo de leitura: < 1 minuto

Os movimentos sociais prometem ocupar novamente as ruas do centro da cidade e fechar os acessos ao Palácio Paranaguá, caso o prefeito Newton Lima mantenha a sua posição favorável às empresas. “É inconcebível que a sociedade fique calada”, disse Rodrigo Cardoso, do Sindicato dos Bancários de Ilhéus. Ele participou de audiência no Ministério Público, hoje.
Lucas Galindo, do DCE-Uesc, disse que o prefeito Newton Lima “age como um tirano” ao não respeitar o legislativo e ignorar parecer do Ministério Público Estadual. E promete: “esse autoritarismo doentio será respondido à altura  pelos estudantes e pelo povo”. E a resposta será o protesto nas ruas.

3 respostas

  1. Nossaaaa esse lucas galindo na verdade ele tá querendo mesmo é filar aulas. Esse rompante todo pra brigar é só da boca pra fora, o rapazola está querendo mesmo é motivo para aparecer, ficar na mídia e filar aulas…rsrsrsrsrs

  2. e pessoas como este Zé que naõ esta ai para nada ele deve não se precupar por que tem tudo bancado pelos os seus paie um verdadeiro [ MAURICINHO ]. Estudante o lucas esta muito certo se não fose assim hoje não terimos o direto a MEIA PASSAGEM, se os estudante não fose para ruas em 1991 hoje os estudante teria que pagar 1,90 e não 0,95 centavos.
    Tem que ir para ruas sim por que estes politicos pede voto no periodo das eleições e depois não tem air para o povo politicos como o prefeito de Ilheus tem que sumi do mapa e epessos como o Zé tem que ter mais conciencia e escralecimento e o que ele não tem.

  3. Oxente hôme, mas num é qui esse tá de luiz carlos é estudante? eu agora tô besta, o rapazinho escreve errado pra dedéu, nosssaaa que estudantizinho peba, que redação horrorosa. é pior du que a minha.hihihihihihihih

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.