Tempo de leitura: < 1 minuto

O governador Jaques Wagner participou, no início da tarde, do programa Que Venha o Povo, apresentado pelo jornalista Casemiro Neto, na TV Aratu. Instado a comentar sobre a sua relação com o ministro Geddel Vieira Lima e a hipotética candidatura peemedebista, Wagner não pestanejou:

– Em política se faz muita espuma, mas o ministro já deixou claro que esse é o momento de refletir.

Ainda sobre a sucessão estadual, deixou claro que é candidato à reeleição e que, sobre Geddel, vai esperar a sinalização do presidente Lula e da sua candidata, Dilma Roussef, e os arranjos eleitorais de 2010. Deixou implícito que a candidatura Geddel dependerá, e muito, das articulações em nível nacional.

Então, tá.

0 resposta

  1. Êpa! Tüdo igual na terra de Cabral!
    A política na Bahia continua a mesma porcaria.
    O governador Wagner, a exemplo dos carlistas depostos, fala como quem está agradando, exibe-se como quem JÁ GANHOU.
    Segura a onda, excelentíssimo! O povo baiano está se politizando.

  2. Será que é por isso que muitos políticos gostam mesmo é de Whisky 21 anos, ao invés da cervejinha barata do “zé povinho”, coitado, …?!?!?!

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.